Suárez é suspenso por 10 jogos após mordida em rival

A mordida do atacante Luis Suárez em Branislav Ivanovic, do Chelsea, teve consequências mais duras do que o jogador ou o Liverpool poderiam imaginar. Nesta quarta-feira, a Associação de Futebol da Inglaterra (FA) anunciou uma suspensão de dez partidas para o uruguaio, após julgá-lo pelo ato cometido na partida do último domingo, pelo Campeonato Inglês.

AE, Agência Estado

24 de abril de 2013 | 12h13

Suárez foi julgado por "comportamento violento". O árbitro da partida, Kevin Friend, não viu o lance e, por isso, o atacante sequer recebeu cartão amarelo. Mesmo assim, após o confronto, admitiu o erro e chegou a pedir desculpas. O Liverpool também repreendeu o jogador e o multou.

A expectativa do clube e do uruguaio é de que a punição fosse de três partidas de suspensão, mas a FA apontou nesta quarta-feira que "uma suspensão de três jogos era claramente insuficiente e o jogador vai servir uma punição mais profunda, com sete jogos a mais que os tradicionais três".

Apesar de condenar o ato do atacante, o Liverpool não gostou da decisão da entidade e considerou a suspensão muito "severa". "Tanto o clube quanto o jogador estão chocados com a severidade da decisão desta quarta. Esperaremos as razões escritas antes de fazer qualquer comentário", disse o diretor geral Ian Ayre.

Polêmico, Suárez tem sua carreira marcada por problemas disciplinares e foi suspenso por sete partidas em 2010, quando jogava pelo Ajax, da Holanda, também por morder um adversário. Além disso, recebeu oito jogos de gancho em dezembro de 2011 por insultos racistas contra Patrice Evra durante duelo contra o Manchester United.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLiverpoolSuárez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.