Jorge Guerrero/AFP Photo
Jorge Guerrero/AFP Photo

'Suárez está mais maduro', diz Godín antes de estreia na Copa

Zagueiro acredita que companheiro de time não irá repetir o erro, após morder Chiellini no Mundial de 2014

Gonçalo Junior, Estadao Conteudo

14 Junho 2018 | 12h42

Quatro anos depois do episódio em que mordeu o zagueiro italiano Chiellini em confronto válido pela Copa do Mundo realizada no Brasil, o que resultou em uma suspensão de nove partidas, o atacante Luis Suárez amadureceu. Essa é a opinião do defensor Godín, seu companheiro desde as categorias de base da seleção uruguaia.

+ Técnico do Egito confirma escalação de Salah na estreia: 'Está muito bem'

+ Tite define escalação da estreia do Brasil na Copa do Mundo da Rússia

+ Veja a tabela da Copa do Mundo

"Conhecendo Luis há tanto tempo, desde o sub-20, em 2007. Ou antes, em 2006. Amadureceu muito. O que passou no Brasil é parte da realidade. Chega em todos os âmbitos, não só em respeito a essa coisa extra futebolística. Ponto de vista familiar, pessoal, mental. Está preparado para esse Mundial. É um jogador muito inteligente. Esse Mundial estará mais maduro que nunca", elogiou o defensor uruguaio em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, em Ecaterimburgo.

Sobre o confronto com o Egito, nesta sexta-feira, às 9 horas (de Brasília), na Arena Ecaterimburgo, palco da estreia do Uruguai no Mundial da Rússia, o zagueiro do Atlético de Madrid afirmou que a seleção não se preocupa apenas com o atacante Mohamed Salah, eleito melhor jogador do último Campeonato Inglês e que está recuperado de uma lesão no ombro sofrida na final da Liga dos Campeões, no dia 26 de maio, quando o seu Liverpool foi derrotado por 3 a 1 pelo Real Madrid.

 

"Viemos preparados para jogar esse jogo, para o Mundial. Não depende de um jogador a preparação. É um jogador importante para sua seleção, mas nos preparamos da mesma maneira tendo Salah ou não. Conscientes do que temos que fazer e as precauções que temos de tomar", afirmou o zagueiro.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.