Joan Monfort/AP
Joan Monfort/AP

Suárez projeta renovação com o Barça: 'Estou bem e as estatísticas me dão suporte'

Atacante uruguaio também comenta sobre expectativa de entrar no top-3 de maiores artilheiros da história do clube

Redação, Estadão Conteúdo

31 de dezembro de 2019 | 19h23

Luis Suárez tem contrato com o Barcelona até junho de 2021, mas já pensa na renovação com o clube e pretende ficar por mais temporadas. O atacante uruguaio, que tem 32 anos, se diz feliz no time catalão e acredita que ainda pode jogar por mais tempo no nível que a equipe precisa.

"Estou muito feliz no clube. Sempre me entreguei ao máximo. As estatísticas e os números me dão suporte, creio que estou à altura e, na hora de conversar, chegaremos a um bom lugar", afirmou o jogador em entrevista ao diário Sport.

Suárez também falou sobre a expectativa de entrar no top-3 de artilheiros da história do Barcelona - com 190 gols, precisa de apenas mais cinco para ultrapassar Kubala. "Sempre disse que os desafios pessoais tem que ficar de lado, mas neste caso, quando falta tão pouco para igualar ou superar um jogador histórico como Kubala e entrar na lista, você se sente muito orgulhoso", comentou.

Suárez está atrás também de César (232 gols) e Messi (618). "O segundo posto é obviamente um desafio mais difícil, mas não desisto de tê-lo na mira. Você sempre tenta cumprir, mas se fará com o tempo. O primeiro é inalcançável, mas sonho em chegar aos números de César", relatou o uruguaio.

O atleta não espera facilidade no clássico catalão com o Espanyol, primeira partida a ser disputada pelo Barcelona após a pausa de inverno. "Os dérbis sempre são difíceis. Há de se ter muito cuidado. Estão em uma situação delicada (o Espanyol é o lanterna da competição), mas a nível de qualidade dos jogadores, não merecem estar onde se encontram agora. Os resultados e a situação te levam ao limite, cria-se nervosismo", projetou Suárez para o jogo do dia 4 de janeiro.

Depois, o Barcelona viaja para a Arábia Saudita para jogar com o Atlético de Madrid pela Supercopa da Espanha. "É um torneio que nos atrai muito. É uma nova Supercopa e com rivais da classe do Atlético de Madrid para começar. Vamos fazer o melhor para jogar a final e lutar por esta primeira Supercopa com o novo formato. Estamos com o sonho de ganhar o primeiro título em jogo e todos os que vierem depois", declarou Suárez, em tom otimista.

A Supercopa da Espanha será disputada no dia 9 de janeiro. O Barcelona é atualmente o líder do Campeonato Espanhol com 39 pontos, dois a mais que o Real Madrid, e está nas oitavas de final da Liga dos Campeões, onde enfrenta o Napoli.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.