Andreu Dalmau/EFE
Andreu Dalmau/EFE

Suárez vê Messi como dúvida para clássico e confia em Neymar

Para atacante, brasileiro pode ser eleito o segundo melhor do mundo

Estadão Conteúdo

18 de novembro de 2015 | 12h53

Quando Lionel Messi deixou de ser convocado para as últimas duas partidas da seleção argentina nas Eliminatórias, especulou-se que o craque estivesse com volta programada para o clássico diante do Real Madrid neste sábado, pelo Campeonato Espanhol. No entanto, sua lesão no joelho pode seguir deixando-o de fora e ele pode ser novamente desfalque do Barcelona no duelo do Santiago Bernabéu.

"Messi pode mudar as partidas e nos clássicos faz coisas incríveis. Mas depende do departamento médico, precisa analisar. Nos últimos dias, está treinando conosco com boas sensações, mas é uma lesão que pode prejudicar", disse Luis Suárez nesta quarta. "É um jogador que faz diferença. Se vai atuar, entrar no segundo tempo, não sabemos."

Messi lesionou o ligamento do joelho há cerca de um mês e meio, no fim de setembro, e desde então está afastado do futebol. Sem ele, Suárez e Neymar assumiram o protagonismo do Barcelona e marcaram 21 dos últimos 24 gols do Barcelona. Sobre o brasileiro, aliás, o uruguaio não poupou elogios e afirmou que seu colega pode ser eleito o segundo melhor jogador do mundo na próxima eleição da Fifa, justamente atrás de Messi.

"Está claro que o Leo está no topo, pelo que já fez e o que segue fazendo. Mas Neymar está em um nível espetacular e pode estar perfeitamente como segundo melhor jogador do mundo (na eleição da Fifa). Como companheiro, me orgulho que esteja a um bom nível de forma e ver o que faz", declarou.

Suárez, no entanto, foi humilde ao analisar o próprio desempenho e garantiu que não se vê entre os três melhores do mundo. "Nem me imagino, nem penso em estar entre os três melhores. Já me surpreendeu estar entre os três primeiros da Europa, mas é algo que não passa pela minha cabeça, apesar de que seria muito lindo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.