Sub-17: Brasil poupará ?pendurados?

Após a vitória de domingo contra a Croácia, 3 a 1, que garantiu a classificação da Seleção Brasileira Sub-17 para as quartas-de-final do Mundial da categoria, que está sendo disputado em Trinidad e Tobago, a delegação brasileira teve folga hoje, e aproveitou para conhecer Porto da Espanha, capital de Trinidad e Tobago. Jogadores e comissão técnica visitaram uma escola, onde foram muito assediados pelas crianças. Os mais procurados foram o meia Leandro, o atacante Diego e o goleiro Felipe. Amanhã, os jogadores realizam treinamento em dois períodos, visando a partida de quarta-feira, contra Trinidad e Tobago, do técnico brasileiro Renê Simões, na última partida da fase de classificação. O técnico Sérgio Farias deverá fazer algumas alterações em relação ao time de domingo. O zagueiro Wescley e o lateral Fernandes, que receberam um cartão amarelo, deverão ficar de fora, para que não corram o risco de desfalcar o time na próxima fase, já que, com dois cartões amarelos, o jogador tem de cumprir suspensão. Outros deverão ser poupados em função do cansaço. "Vou falar com todos e ver quem está cansado. Não quero perder nenhum titular para as quartas-de-final", declarou o técnico Farias, que já enviou alguns observadores para a partida entre França e Japão, quarta. Os franceses são os prováveis adversários do Brasil na próxima fase. Hoje, pelo grupo C, a Seleção da Espanha foi surpreendida por Burkina Fasso, por 1 a 0, e se complicou no torneio. Agora, os africanos têm quatro pontos. Os espanhóis, com três, enfrentarão a Seleção da Argentina quinta-feira. Hoje a notícia de que o serviço de inteligência americana estaria investigando um grupo de Trinidad e Tobago ligado ao terrorista Osama bin Laden agitou o país. Aeroportos, a sede do governo e outros pontos importantes do país estão com a segurança reforçada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.