Sub-20: Dagoberto é a esperança de gols

Após a decepcionante classificação para a oitava-de-final do Campeonato Mundial sub-20, nos Emirados Árabes, na segunda colocação do Grupo C, o técnico da seleção brasileira, Marcos Paquetá, optou por fazer novas modificações no time. A principal delas deverá ser a entrada do atacante Dagoberto, do Atlético-PR, que se recuperou de uma contusão no tornozelo direito. Paquetá deu folga hoje aos jogadores e apesar de elogiar o desempenho da seleção na primeira fase, que terminou com quatro pontos, três atrás da Austrália, a primeira do grupo, não ficou satisfeito com o setor defensivo do time. Para Paquetá, o Brasil poderia ter sido mais ofensivo e aproveitado melhor as oportunidades que criou. O treinador também deseja ver os laterais ajudando mais o ataque, principalmente, na execução das jogadas de linha de fundo. A tendência é a de que o lateral-esquerdo Adriano recupere a posição de titular, que na derrota para os australianos foi perdida para Coelho, improvisado no setor. Além de Adriano, Dagoberto passou a ser a esperança de gols de Paquetá. A previsão é a de que o jogador inicie a partida contra a Eslováquia, na terça-feira, às 12h (horário de Brasília). "Vamos analisar e decidirmos onde efetuaremos as mudanças que, com certeza, acontecerão", afirmou o técnico da seleção. "Enfrentaremos um adversário forte na marcação, que teve um bom desempenho na primeira fase e precisaremos estar atentos."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.