Sub-20: Renê muda para pegar a Coréia

O técnico Renê Weber vai mudar o time que enfrenta a Coréia do Sul neste sábado, às 11h, pelo Grupo F do Mundial Sub-20, na Holanda. Um empate garante o Brasil na próxima fase. Mesmo se perder, também pode se classificar por índice técnico, com quatro pontos (ser um dos quatro melhores terceiros colocados). O jogo será transmitido ao vivo pela Record. Renê deve mexer na equipe. "Vou fazer mudanças para melhorar a posse de bola e as finalizações", disse. Bobô e Renato entram no lugar de Diego Tardelli e Evandro. Edcarlos, que já levou um cartão amarelo, será poupado. Leonardo será o substituto. Contra os sul-coreanos, o treinador pediu que o time valorize a posse de bola. "Contra equipes fortes fisicamente como a Coréia, não adianta correr o tempo inteiro. Precisamos tocar a bola", recomendou Renê, que elogiou o adversário. "É um time forte, veloz. Tem um esquema tático bem montado, com variações. Eles geralmente jogam com quatro na defesa, mas na última partida atuaram com três zagueiros." O Brasil lidera com quatro pontos. A Coréia do Sul tem três, ao lado da Suíça, que pega a Nigéria (e tem um ponto). Nesta sexta, Espanha e China confirmaram o aproveitamento de 100%. A Espanha, com um time reserva, venceu Honduras por 3 a 0. O dado curioso foi o meia Jona, da Espanha, que marcou o primeiro gol e depois substituiu o goleiro Roberto, expulso faltando 11 minutos para o fim da partida. Como goleiro improvisado, o meia defendeu um pênalti. Marrocos venceu o Chile por 1 a 0 e ficou com a segunda vaga, com seis pontos. Pelo Grupo B, China e Ucrânia se classificaram. Os terceiros Turquia e Chile dependem dos resultados deste sábado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.