Sub-20 só precisa empatar com Austrália

A seleção brasileira sub-20 apenas empatou com a República Checa, por 1 a 1, nesta segunda-feira, pela segunda rodada do Mundial da categoria no Emirados Árabes e concretizou o principal receio do técnico Marcos Paquetá: jogar bem, mas não obter a vitória. Em campo, a equipe mostrou qualidade e um desempenho melhor do que na estréia, quando venceu o Canadá, na sexta-feira, mas não conseguiu converter a superioridade em gols. Apesar do empate, a seleção ainda está em uma situação cômoda no Grupo C e precisará de um empate na partida de quinta-feira, contra a Austrália, para se classificar à próxima fase da competição. O Brasil lidera com quatro pontos, seguido pelos australianos com o mesmo número de pontos (mas estão em desvantagem no número de gols, primeiro critério de desempate), República Checa, com dois, e o Canadá, que ainda não pontuou. O resultado aparentemente ruim não abalou Paquetá que optou por exaltar o bom desempenho da seleção. Este foi o quarto jogo da equipe sub-20, desde que foi reunida por Paquetá, e, de acordo com ele, a seqüência de partidas tem demonstrado o aumento de rendimento do time. "Observamos em campo duas equipes de estilos completamente diferentes e cada uma cumpriu o seu papel", destacou Paquetá. "O Brasil aproveitou os espaços que encontrou, enquanto a República Tcheca optou pela marcação e bolas longas para o ataque." Mesmo com seis homens no meio-de-campo e somente um atacante, Pavel Fort, a República Checa não conseguiu parar os jogadores brasileiros que criaram várias jogadas de ataque e sofreram o gol na hora em que dominavam o adversário. Aos 33 minutos, o meia Limbersky acertou uma "meia bicicleta", de dentro da área, sem defesa para o goleiro Fernando Henrique. A desvantagem no marcador não desanimou os jogadores da seleção que, três minutos depois, em um rebote aproveitado pelo capitão Adaílton, de cabeça, empataram o confronto. No segundo tempo, o panorama não se modificou: o Brasil pressionou e os checos limitaram-se a formar um bloqueio defensivo, abdicando das jogadas ofensivas à meta brasileira. "Cada um joga da maneira que achar melhor e temos que respeitar a estratégia adotada por eles", argumentou Paquetá. "O importante é que a seleção melhorou muito e jogou bem. Os gols surgirão normalmente. Viemos preparados para este tipo de situação." Resultados - No outro jogo do grupo do Brasil, a Austrália venceu o Canadá, por 2 a 1. No Grupo A, Burkina Faso 1 x 0 Eslováquia; e Panamá 1 x 2 Emirados Árabes; Grupo B: Mali 0 x 2 Espanha; e Usbequistão 1 x 2 Argentina. Os jogos desta terça-feira são: Inglaterra x Egito e Japão x Colômbia, pelo Grupo D; Costa do Marfim x Irlanda e México x Arábia Saudita, pelo Grupo E; Alemanha x Estados Unidos, e Coréia do Sul x Paraguai, pelo Grupo F.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.