Sub-20 terá Adriano e Carlos Alberto

O atacante Dagoberto, do Atlético-PR, será a principal novidade da seleção brasileira sub-20 na partida com a Eslováquia, nesta terça-feira, pelas oitavas-de-finail do Campeonato Mundial da categoria, nos Emirados Árabes. O técnico Marcos Paquetá confirmou a mudança durante o treino neste fim de semana. O jogador deve entrar no lugar de Kléber, do São Paulo. Segundo o médico da seleção, Adílson Camargo, Dagoberto está completamente recuperado da contusão no tornozelo direito, que tirou o atleta da disputa da primeira fase. "Esta foi a melhor notícia que recebi nos últimos dias", afirmou Paquetá. O treinador considera Dagoberto um jogador diferenciado, principalmente pela sua qualidade técnica. E o fraco desempenho do Brasil na competição vai obrigar Paquetá a realizar novas alterações na equipe. O baixo rendimento do ataque pode ser resolvido com a entrada de Dagoberto. Além disso, o lateral-esquerdo Adriano deve voltar a ser titular, bem como o volante Carlos Alberto. Ambos com a função de melhorar o toque de bola da seleção. Como a improvisão do lateral-direito Coelho não teve o resultado esperado por Paquetá, Adriano será a opção do treinador para dar mais apoio ao ataque. Já Carlos Alberto substituiria Jardel. Mas Paquetá pode, ainda, surpreender o adversário, mantendo o esquema com três atacantes. Neste caso, Dagoberto entraria no lugar de Jardel e Kléber continuaria na equipe, só que atuando mais recuado. Na frente, ficariam Nilmar, Daniel Carvalho e o próprio Dagoberto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.