Substituto de Biela é demitido pelo Olympique de Marselha

A direção do Olympique de Marselha atendeu às cobranças da torcida a anunciou nesta terça-feira a demissão do técnico espanhol Michel. Ele chegou ao clube já durante a temporada, depois de o argentino Marcelo Bielsa se demitir da equipe após a primeira rodada do Campeonato Francês.

Estadão Conteúdo

19 de abril de 2016 | 17h24

A decisão de demitir Michel não chega a ser surpreendente, mas não era esperada para a véspera do jogo mais importante do ano para o Olympique até aqui, a semifinal da Copa da França, contra o Sochaux, atualmente na segunda divisão. Ganhar o torneio é a única chance de chegar à Liga Europa do ano que vem.

"Levando em conta o comportamento de Michel, principalmente durante as últimas semanas, o Olympique de Marselha decidiu suspendê-lo com efeito imediato", anunciou a direção do clube. Franck Passi, que chegou a treinar o time entre a saída de Bielsa e a contratação de Michel, reassume a equipe.

Na semana passada, Margarita Louis-Dreyfus, viúva do ex-presidente da Adidas Robert Louis-Dreyfus, anunciou que estava colocando à venda sua cota majoritária de ações de clube. O marido dela comprou o Olympique em 1996 e morreu em 2009.

O time de Marselha, único francês campeão da Liga dos Campeões, não vence desde o início de fevereiro no Campeonato Francês. Com 40 pontos, está a apenas seis da zona de rebaixamento, faltando quatro rodadas para o fim da competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.