Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Substituto de Cavalieri, Júlio César prega tranquilidade no Flu contra o Goiás

Confronto da Copa do Brasil acontece nesta quarta-feira, às 21h45

O Estado de S.Paulo

18 de abril de 2017 | 16h30

O goleiro Júlio César, que terá a missão de substituir Diego Cavalieri na partida de volta do Fluminense contra o Goiás pela Copa do Brasil, elegeu a tranquilidade como fator fundamental para o time tricolor tentar avançar às oitavas de final da competição. A partida será disputada nesta quarta-feira, às 21h45, no Maracanã.

"Temos que ter o comportamento de quem quer vencer e chamar a responsabilidade do jogo. É uma partida eliminatória e tem que ser jogada com inteligência, sem desespero. Temos que ter tranquilidade e maturidade para começar bem o jogo. Precisamos pressionar o adversário para conseguir os gols", analisou o jogador.

O titular Diego Cavalieri foi expulso no fim do primeiro tempo da partida no Serra Dourada, vencida pelos goianos por 2 a 1 (de virada), na semana passada. A punição abriu espaço para Júlio César, que fará a 13ª partida pelo time na temporada. Ele garante que o elenco tem qualidade para manter o ritmo da equipe.

"Jogar e saber que seu rendimento vai determinar o futuro é ótimo. Faz o jogador se empenhar ainda mais nos treinos e traz tranquilidade. Todos queremos e trabalhamos para sermos titulares. Nesse jogo, temos outros desfalques, mas quem entrar poder fazer tão bem ou melhor", projetou Júlio César.

Para continuar na Copa do Brasil, o Fluminense precisará de uma vitória simples (1 a 0). O Goiás, além de jogar pelo empate, poderá se classificar até com uma derrota. Para tanto, o time terá de fazer dois ou mais gols e a desvantagem no placar não poderá ser superior a um gol. O resultado de 2 a 1 para o Flu levará a partida para a decisão por pênaltis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.