Palmeiras/Divulgação
Palmeiras/Divulgação

Volante Thiago Santos promete 'dar conta do recado' no Palmeiras

Jogador foi contratado com a dura missão de substituir Gabriel

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

28 Agosto 2015 | 16h49

Apresentado nesta sexta-feira como o 25º reforço do Palmeiras na temporada, o volante Thiago Santos chegou ao clube mostrando personalidade. O atleta de 25 anos - completa 26 no dia 5 - assinou contrato válido até 2018 e chega com a dura missão de substituir Gabriel, que sofreu uma lesão no joelho e só retorna aos gramados em 2016. Com a camisa 35, o novo reforço alviverde assegura que chega preparado para "dar conta do recado".

"Fiquei triste pela lesão do Gabriel, mas estou vindo por causa disso. Espero corresponder a altura, embora o Gabriel seja nível de seleção brasileira. Eu tenho certeza que dentro de campo vou dar conta do recado", avisou o jogador, regularizado nesta sexta - já pode estrear pelo Palmeiras no domingo, contra o Joinville, no Allianz Parque.

Segundo o diretor de futebol, Alexandre Mattos, o jogador já estava na mira do clube antes mesmo da lesão de Gabriel. "Tivemos infelicidade na posição que o Thiago joga e por isso antecipamos uma situação, já que estávamos observando ele. É um potencial que a gente verificou não só para o momento, como também mais para a frente", disse o dirigente.

Thiago Santos estava jogando a Série B pelo América-MG e tinha contrato até novembro. Para antecipar sua saída, o Palmeiras teve que pagar R$ 1 milhão para o clube mineiro e, com o acerto, o volante tem a oportunidade de reencontrar Andrei Girotto e Vitor Hugo, com quem atuou no time anterior.

"Falo sempre com eles e falei com os dois antes de acertar. Eles me falaram muito bem do grupo e do clube e espero ajudar a colocar o Palmeiras no lugar mais alto possível", disse o jogador, que é primeiro volante, mas também pode atuar um pouco mais à frente.

O técnico Marcelo Oliveira aprovou a contratação e disse que a principal característica do volante é a forte marcação. "Temos boas referências dele dos tempos de América. Ele marca bem e tem feito até gols porque tem se lançado no ataque. Vi ele jogar algumas vezes e o enfrentei no Cruzeiro. Tenho noção boa de suas características. Ele pode ser primeiro volante e às vezes até exagera na marcação", contou o treinador.

Embora já esteja em condições de atuar, a tendência é que volante fique no banco de reservas na partida contra o Joinville. Com a chegada de Thiago Santos, o Palmeiras não pretende mais contratar jogador pelo menos até o fim da temporada. Antes do América-MG, Thiago Santos teve passagens pelo Linense, Betim-MG, Araxá-MG, Nacional-AM, URT-MG e Prudentópolis.

Mais conteúdo sobre:
FutebolPalmeirasThiago Santos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.