Substituto de Halisson não teme Tevez

O Santos para enfrentar o Corinthians, domingo, às 16h, na Vila Belmiro, será conhecido apenas a poucos minutos do início do jogo, mas o técnico Alexandre Gallo não tem como esconder que, por falta de opções, Rogério, baiano de 20 anos, 1m90 de altura, 83 quilos, será o substituto de Halisson (suspenso pelo terceiro cartão amarelo), para formar a dupla de zaga com Ávalos. Após o jogo-treino com o Santos B, hoje à tarde, no Centro de Treinamentos Rei Pelé, o garoto disse que não está preocupado por ter que marcar o argentino Tevez, maior atração do milionário time corintiano. "Quem já marcou Robinho com certeza não vai encontrar dificuldade para marcar Tevez", afirmou, demonstrando confiança. "Estou há um ano no Santos e nunca enfrentei o Corinthians, nem nas categorias de base, mas não vejo problema. Já joguei cinco vezes no time de cima, inclusive como volante, fora da minha posição, e acho que não decepcionei." Outra novidade deverá ser o centroavante Frontini, que mesmo tendo participado apenas do treino da terça-feira, estreou com a camisa santista no segundo tempo contra o seu ex-time, no dia seguinte, e criou alguns lances de gols. "Sei bem da importância que tem um jogo entre Santos e Corinthians porque tenho um cunhado que é santista e ele chorava quando o Santos perdia do Corinthians. Por isso, vou querer jogar bem e fazer gol para o meu cunhado não chorar", disse o grandalhão que deve ser o novo dono da camisa nove santista, depois dos dois gols que fez no jogo-treino de hoje à tarde. Além do desfalque certo de Halisson, Gallo dificilmente contará com Basílio, com problemas no púbis, e Zé Elias, em fase final de recuperação de uma lesão no músculo adutor da coxa direita. Hoje surgiu a informação que Bóvio havia recebido o terceiro cartão amarelo contra a Ponte e também desfalcaria o time no domingo, mas a assessoria de imprensa do clube assegurou que o volante não está suspenso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.