Sucessão de empates preocupa pontepretanos

O ano de 2003 acabou, mas os problemas da Ponte Preta continuam os mesmos da temporada passada. A falta de vitórias - que atormentou o torcedor ao longo de quase todo ano e que por pouco não derrubou o time para a 2ª divisão do Campeonato Brasileiro - continua tirando o sono dos jogadores e da comissão técnica. Até agora, o time realizou três jogos no Campeonato Paulista e empatou os três: 3 a 3 com a Portuguesa Santista e 0 a 0 contra São Paulo e União Barbarense.Os três pontos deixam a Ponte na incômoda penúltima colocação do Grupo 1, à frente apenas da Santista, que tem o mesmo número de pontos, mas perde no saldo. Dependendo do resultado desta quarta-feira, quando enfrenta o Juventus, o time de Campinas pode até mesmo ficar na lanterna. Para tanto, basta perder por diferença superior a dois gols. Este jogo foi cancelado devido as chuvas no dia 31 de janeiro.Para evitar que a Ponte fique na mesma situação do último Brasileiro, quando escapou do rebaixamento na rodada final, o técnico Estevam Soares deve realizar uma mudança no ataque: Anselmo no lugar de Waguinho. Na lateral esquerda, Bill substituirá Alan, expulso contra o Barbarense. "É preciso um pouco de paciência, porque o grupo é novo e ainda não se soltou em campo", argumenta Soares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.