Sucesso da Inglaterra deve-se a trabalho duro e não a pizza-Hart

A passagem invicta da Inglaterra para as quartas-de-final da Eurocopa não teve nada a ver com os jogadores aproveitando para "verem estátuas bonitas ou irem comer uma pizza", afirmou o goleiro Joe Hart, na quinta-feira.

TIMOTHY COLLINGS, REUTERS

21 de junho de 2012 | 15h37

Rejeitando a noção popular de que uma abordagem mais relaxada e descontraída sob o novo técnico Roy Hodgson foi responsável pelo sucesso do time, o goleiro de 25 anos disse que dependia mais da ambição dos jogadores e do velho e bom trabalho duro, e não dos arredores históricos ou da bela arquitetura de Cracóvia.

"Eu acho que começamos bem, com a ideia certa e o tipo correto de plano para cada jogo. Eu acho que nós os executamos bem", disse em entrevista coletiva.

"Independentemente do que algumas pessoas pensaram (a vitória) não teve nada a ver com a localização. Estamos aqui para jogar futebol e jogar bem como uma equipe."

"Talvez o grupo esteja mais relaxado neste momento, mas eu acho que isso foi tirado do contexto. A principal coisa é que estamos jogando bem como time e é por isso que estamos aqui - não tem nada a ver com ver uma estátua agradável ou ir comer uma pizza ou estar com alguém que você quer estar."

"É porque estamos recebendo o treinamento certo, estamos entendendo os métodos do técnico e estamos aprendendo a fazer os nossos próprios trabalhos."

Na imprensa, Hart deixou claro que a seleção não estaria satisfeita com uma derrota nas quartas, diante da Itália em Kiev, no domingo.

"A Itália tem uma ótima equipe, com uma história muito boa e eles são uma boa equipe... mas não temos medo deles, não temos medo de ninguém."

Tudo o que sabemos sobre:
FUTEUROINGLATERRAHART*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.