Barcelona
Barcelona

Sucessor de Messi e Ronaldinho, Ansu Fati diz ser um 'desafio' assumir a camisa 10 do Barcelona

Atacante voltou a ser relacionado para um jogo após 10 meses lesionado e estreará novo número

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de setembro de 2021 | 17h07

Ansu Fati se tornou o novo dono de uma das camisas mais pesadas do mundo, a de número 10 do Barcelona. Os dois antecessores dele são simplesmente Ronaldinho Gaúcho e Lionel Messi, dois dos maiores jogadores do clube e da história do futebol. O jovem atacante valorizou a história, mas disse estar pronto para usá-la.

"É uma honra usar a 10. Gostaria de agradecer ao clube por me dar a oportunidade de usá-lo. É um desafio por tudo que esse número acarreta. Os últimos a usá-la foram Messi e Ronaldinho", destacou Ansu Fati em entrevista ao site oficial do clube.

Na sequência, deu demonstração de autoconfiança. "Se você está no Barça, tem que estar preparado para tudo. O dia 10 é mais uma pressão, mas estar no Barça já é pressão. Mas você tem que assumir", comentou Ansu Fati.

Fora dos gramados desde novembro de 2020 por conta de uma lesão no joelho, o atacante está se aproximando do retorno. "Foram momentos difíceis, de não querer aceitar, mas era o que é e tive que aceitar. Felizmente, acabou. Tudo acontece por algum motivo na vida", afirmou na entrevista. Fati foi relacionado para a partida do Campeonato Espanhol contra o Levante, neste domingo, e deve começar a partida no banco.

O Barcelona não teve um bom começo na temporada 2021-22. Em cinco jogos no Campeonato Espanhol, tem duas vitórias e três empates, enquanto na Liga dos Campeões, sofreu uma derrota por 3 a 0 para o Bayern de Munique em pleno Camp Nou na primeira rodada. A equipe ainda tenta se reencontrar após a saída de Messi e Ansu Fati é uma das apostas para crescer de rendimento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.