Suécia não consegue aproveitar o domínio do jogo

Trinidad e Tobago, apontada por muitos como a seleção mais fraca a participar do Mundial da Alemanha, arrancou um ótimo empate sem gols contra uma Suécia que pressionou muito, mas produziu pouco.Em partida realizada neste sábado, em Dortmund, a seleção sueca teve clara vantagem em posse de bola, 60%, contra 40% de Trinidad. Além disso, os suecos finalizaram 18 vezes ao gol do arqueiro Hislop (destaque da partida), acertando seis delas. O goleiro sueco, Shaaban, não teve muito trabalho, foram somente seis finalizações de Trinidad, com dois acertos. Porém, o atacante Cornell Glen, que entrou após a expulsão de Avery John - logo no primeiro minuto da etapa complementar - acertou um belo chute no travessão.Aliás, esta expulsão destaca ainda mais o quanto o 0 a 0 foi um excelente resultado para a seleção de Trinidad, que até certo ponto bateu muito, mas só fez uma falta a mais que a Suécia, porém, exagerando na intensidade, que foi punida com poucos cartões. Três amarelos (e um vermelho). Os Suecos só receberam um cartão amarelo.Veja abaixo as estatísticas do jogo:Finalizações: Suécia, 18; Trinidad e Tobago, 6 Finalizações certas: Suécia, 6; Trinidad e Tobago, 2 Faltas cometidas: Suécia, 9; Trinidad e Tobago, 10 Cartões amarelos: Suécia, 1; Trinidad e Tobago, 3 Cartões vermelhos: Suécia, 0; Trinidad e Tobago, 1 Escanteios: Suécia, 8; Trinidad e Tobago, 1 Impedimentos: Suécia, 2; Trinidad e Tobago, 1 Posse de bola: Suécia, 60%; Trinidad e Tobago, 40%

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.