Suécia promete respeitar Trinidad para evitar surpresas

O técnico da Suécia, Lars Lagerback, está otimista quanto às chances da Suécia na Copa do Mundo, mas acredita que a equipe precisa respeitar Trinidad e Tobago para evitar surpresas no jogo de estréia pelo Grupo B, neste sábado, às 13 horas (de Brasília), em Dortmund."Não podemos chamar de jogo de aquecimento, porque é um jogo de Copa do Mundo e Trinidad não pode ser subestimado. Se não jogarmos bem, podemos facilmente perder o jogo", disse o treinador, que espera não tomar o primeiro gol. "É muito importante não sair perdendo, porque virar é sempre mais difícil." Lagerback acredita que pode terminar a fase de grupos em primeiro lugar, embora admita que será "uma corrida apertada entre Suécia, Inglaterra e Paraguai". "Espero que, como na última Copa, fiquemos à frente da Inglaterra", completou o técnico, em referência ao Mundial de 2002, quando as duas seleções deixaram para trás Argentina e Nigéria no "Grupo da Morte" de então.O zagueiro Mellberg, capitão do time, enfatiza a necessidade de prestar atenção na defesa e diz que uma derrota pode ser fatal. "Temos de vencer esse jogo se quisermos nos classificar para a segunda fase." Para isso, porém, a Suécia terá de entrar com o goleiro reserva, Shaaban, já que o titular Isaksson ainda se recupera de uma comoção cerebral, sofrida depois de levar uma bolada durante um treino. Contra ele, a falta de experiência na seleção: apenas uma partida como titular em toda a carreira.Do lado de Trinidad, que faz sua estréia em Copas do Mundo, o técnico holandês Leo Beenhakker admite que arrancar um empate já será surpreendente, e mandará a campo seu time principal, recheada de veteranos como Dwight Yorke, campeão mundial interclubes com o Manchester United, em 99, e Russell Latapy, aquele que até hoje fuma meio maço de cigarros por dia.Trinidad e Tobago x SuéciaTrinidad e Tobago - Hislop; Gray, Avery John, Lawrence e Marvin Andrews; Birchall, Whitley, Edwards e Latapy; Yorke e Stern John. Técnico: Leo Beenhakker.Suécia - Shaaban; Edman, Lucic, Mellberg e Alexandersson; Linderoth, Willhelmson, Svensson e Ljungberg; Ibrahimovic e Larsson. Técnico: Lars Lagerback.Árbitro: Shamsul Maidin (Cingapura). Local: Westfalenstadion, em Dortmund. Horário: 13 horas (de Brasília).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.