Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Mladen Antonov/AFP
Mladen Antonov/AFP

Suecos celebram e sul-coreanos lamentam grupo da Copa do Mundo

Seleções ficaram no Grupo F, ao lado de Alemanha e México

Estadão Conteúdo

01 de dezembro de 2017 | 17h34

Suecos e sul-coreanos responderam de formas diferentes ao resultado do sorteio dos grupos da Copa do Mundo do ano que vem, na Rússia. Na cerimônia realizada nesta sexta-feira, em Moscou, as duas seleções caíram na chave F, ao lado da atual campeã Alemanha e do México.

Brasil enfrenta a Suíça, Costa Rica e Sérvia na fase de grupos

Argentina pegará a Islândia, Croácia e Nigéria na Copa

Alemanha cai em grupo da morte na busca pelo penta mundial

Cristiano Ronaldo iniciará caminho contra algoz velho conhecido

Baixe a tabela da primeira fase da Copa do Mundo 

"É um grupo muito bom, vamos dizer, mesmo que tenhamos a Alemanha pela frente, que eu realmente não queria enfrentar. Mas contra os outros dois países, nós temos uma boa chance", declarou o jogador da seleção sueca Albin Ekdal. "Agora, sabemos o grupo que temos e vamos lidar com isso. Podemos apenas planejar e esperar as partidas", completou o técnico da equipe, Jan Andersson.

A Suécia chega embalada por eliminar a Itália nas Eliminatórias e mostrou confiança. Situação bem diferente da Coreia do Sul. Ao contrário dos rivais europeus, o time asiático não ficou satisfeito com o sorteio das chaves e demonstrou toda sua decepção após a cerimônia.

"Não é a pior das piores situações. Ficamos um pouco tranquilos porque todos os outros são melhores do que a gente. Mas não tivemos sorte", considerou o técnico da seleção, Shin Tae-Yong. "Somos inferiores em termos de habilidade, mas acho que podemos ganhar em organização."

Coreia do Sul e Suécia se enfrentarão na estreia da Copa do Mundo, dia 18 de junho, em Níjni Novgorod. No dia anterior, Alemanha e México fazem a primeira partida do Grupo F, em Moscou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.