Suecos reforçam segurança para evitar novas invasões

A Federação Sueca de Futebol anunciou nesta terça-feira que reforçará a segurança no estádio Rasunda, de Estocolmo, para evitar novas invasões de campo no amistoso entre Brasil e Gana. Ao todo, serão 300 homens responsáveis pela segurança do local - mesmo contingente destacado num jogo de alto risco.A determinação visa impedir os incidentes ocorridos na semana passada em Gotemburgo, quando vários torcedores invadiram o campo durante um treino da seleção brasileira e ao fim do amistoso contra o Chile, que terminou com goleada de 4 a 0 para os brasileiros. O ocorrido gerou críticas do técnico Dunga, da seleção brasileira. Além disso, o norueguês Espen Bernsten, árbitro da partida, enviou um relatório à Fifa. A pedido do Brasil, o treino de segunda foi com portões fechados. "O que aconteceu é trágico. Queremos continuar sediando jogos internacionais na Suécia, mas outro incidente pode significar a proibição de receber este tipo de evento", disse nesta terça Jonas Nystedt, porta-voz da Federação, ao jornal Svenska Dagbladet. Nystedt revelou que circulavam pela internet convites anônimos estimulando a repetir as invasões de campo dos últimos dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.