Suíça não mostrou seu melhor futebol, diz treinador

Para o técnico Jacob Kuhn, a vitória por 2 a 0 sobre Togo, nesta segunda-feira, em Dortmund, não mostrou todo o potencial que a seleção da Suíça pode mostrar. "Nós sabemos que podemos ser muito mais eficientes do que mostramos. Eles jogaram muito tempo recuados e isto atrapalhou as coisas para nós. Poderíamos ter feito mais, não fosse isso."O resultado veio com um gol em cada tempo do jogo e deixou a Suíça perto de conquistar uma das duas vagas do Grupo G para a próxima fase da Copa do Mundo. "Nosso treinador nos disse no intervalo que precisávamos marcar pelo menos mais um gol. Então, acho que o 2 a 0 foi o resultado ideal", disse o atacante Alex Frei, que fez questão de elogiar o adversário."Eles não são bobos. Togo foi um forte adversário, eles tem bons jogadores. A impressão que tenho é de que eles tinha um bom time", finalizou o atacante.Com a vitória, a Suíça chegou aos quatro pontos na tabela, dois atrás da já classificada Coréia do Sul e dois à frente a França, a terceira colocada. Para garantir a vaga, os suíços podem até mesmo empatar com os coreanos na última rodada, desde que os franceses não vençam Togo por mais que um gol de diferença."Eu sei que o nosso time pode conseguir (a vaga). O segundo tempo nós jogamos bem, mas não mostramos tudo o que podemos. A vitória por 2 a 0 nos deu animo para o próximo jogo, ainda mais por que nós não temos que lutar pela vitória", concluiu o treinador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.