Suíça pode perder Eurocopa 2008

A Uefa, entidade máxima do futebol na Europa, ameaça anular a realização da próxima Eurocopa na Suíça e na Áustria em 2008, como estava previsto. Os dois países terão de dar garantias financeiras e legais à Uefa até o final deste ano se não quiserem perder a chance de organizar o terceiro maior evento esportivo do mundo.Os problemas começaram depois que a Suíça foi obrigada a cancelar a construção de um estádio em Zurique por pressão de grupos ambientais. Zurique seria uma das oito cidades que receberiam as partidas da Eurocopa, além de Basiléia, Berna e Genebra, na Suíça, e Viena, Klagenfurt, Salzburgo e Innsbruck, na Áustria.A Uefa, em uma carta assinada por seu presidente, Lennard Johansson, aos dirigentes suíços e austríacos, alertou que algumas explicações terão de ser dadas para que o torneio permaneça nesses dois países. Em primeiro lugar, a entidade que ver os contratos assinados com as demais cidades garantindo que receberão as partidas da Eurocopa em 2008. Além disso, a Uefa quer um compromisso político e financeiro dos dois países para que o campeonato seja realizado.O ultimato, porém, foi recebido na Suíça como resultado de uma jogada política das federações da Escócia e da Suécia, que seriam sérias candidatas a receber o evento caso a Eurocopa tenha de mudar de sede. Os atuais campeões europeus, os gregos, também concorreram para receber o evento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.