Sul-Americana vira bônus a eliminados na Copa do Brasil

Após derrotas expressivas na Copa do Brasil, Internacional e São Paulo voltaram suas atenções à competição intercontinental

SÍLVIO BARSETTI, O Estado de S. Paulo

14 de agosto de 2014 | 21h42

Há pelo menos dois aspectos em comum nos regulamentos da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana: ambos são muito confusos e não privilegiam, em parte, os resultados de campo. Na última quarta-feira, por exemplo, Internacional e São Paulo "se classificaram" para a Sul-Americana após derrotas expressivas na Copa do Brasil contra adversários da Série B do Campeonato Brasileiro.

A última vaga da Copa Sul-Americana foi conhecida nesta quinta, depois da partida entre Santos e Londrina. Ficou com o Fluminense após a classificação da equipe santista. E definiu os confrontos da fase nacional da competição da Conmebol, que antecede as oitavas de final. Os duelos são: Vitória x Sport, Goiás x Fluminense, São Paulo x Criciúma e Bahia x Internacional.

O País tem direito a oito vagas na Sul-Americana. Uma cabe ao campeão da Copa do Nordeste (Sport) e as outras se distribuem para as equipes mais bem classificadas na edição anterior da Série A do Brasileiro e que não tenham participado da Copa Libertadores - portanto estão excluídos este ano da competição Cruzeiro, Grêmio, Atlético Paranaense, Atlético Mineiro, Botafogo e Flamengo.

Mas há um adendo para a definição das vagas na Sul-Americana. Para preenchê-las, os clubes que obtiveram boa classificação no Brasileirão de 2013 não podem passar da terceira fase da Copa do Brasil.

Corinthians e Coritiba, cujas campanhas no Brasileirão do ano passado os credenciariam a disputar a Sul-Americana, conseguiram superar seus adversários para chegar às oitavas de final da Copa do Brasil e exatamente por isso vão ficar fora do torneio continental.

"Isso é reflexo da total falta de sincronia da Fifa, CBF e Confederação Sul-Americana", disse o diretor executivo do Bom Senso FC, Ricardo Borges Martins. Para ele, a Sul-Americana tinha de seguir o modelo da Liga Europa e dar prioridade aos clubes tecnicamente mais bem qualificados que não conseguiram vaga para a competição mais importante, no caso, a Libertadores.

Os regulamentos dão um nó na cabeça dos torcedores. Além de Internacional e São Paulo, já estão garantidos no torneio continental outros derrotados na Copa do Brasil: Vitória, eliminado pelo J.Malucelli; Goiás, que perdeu para o Botafogo-PB; Criciúma, batido pelo Londrina; e Bahia, superado em confrontos contra o Corinthians. Essas equipes vão se juntar ao Sport.

CONFIRA OS CONFRONTOS DA FASE BRASILEIRA DA COPA SUL-AMERICANA

Vitória e Sport

Goiás e Fluminense

São Paulo e Criciúma

Bahia e Internacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.