Sul-americanos são os mais caros em janela de compras na Europa

Seis entre as dez maiores negociações no período envolvem atletas nascidos em Brasil, Argentina, Uruguai, Colômbia e Chile

Felippe Scozzafave, O Estado de S. Paulo

03 Setembro 2014 | 10h11

Luis Suárez talvez tenha sido o nome mais comentado durante a Copa do Mundo, mas não apenas pelo que ele fez dentro de campo, ajudando a seleção uruguaia a vencer Inglaterra e Itália e se classificar para as oitavas de final, mas também pela mordida dada no italiano Chiellini e a consequente suspensão que recebeu. Porém, após o Mundial, o atacante voltou a ser o centro das atenções, já que sua transferência ao Barcelona foi a mais cara em todo a janela de negociações do futebol europeu.

Grande nome do Liverpool no último ano, conduzindo a equipe ao segundo lugar no Campeonato Inglês, Suárez foi considerado o nome certo pelo Barcelona para formar o "ataque dos sonhos" ao lado de Neymar e Lionel Messi e o clube investiu nada menos do que R$ 238 milhões em sua contratação, a terceira maior da história do futebol.

E se o Barcelona investiu em um reforço de peso para a temporada, o Real Madrid não quis ficar atrás e anunciou dias depois o acerto com o colombiano James Rodríguez, artilheiro da Copa do Mundo, por R$ 235 milhões, mas perdeu Ángel Di María, um dos grandes nomes da equipe na conquista da Liga dos Campeões, para o Manchester United, grande protagonista no período, com três contratações entre as 10 maiores. O argentino foi comprado por R$ 220 mi.

Quem aparece na sequência na lista das maiores contratações é o brasileiro David Luiz. O zagueiro, considerado um dos melhores do mundo em sua posição, foi negociado antes do Mundial e trocou o Chelsea pelo Paris Saint-Germain por R$ 145, 5 milhões e se tornou o defensor mais caro de todos os tempos, seguido por Eliaquim Mangala, que foi do Porto para o Manchester City por quase R$ 30 milhões a menos.

Outro brasileiro que figura entre os mais caros é Diego Costa. O atacante naturalizado espanhol custou mais de R$ 111 milhões aos cofres do Chelsea, que o tirou do Atlético de Madrid e reforçou a força do futebol inglês no mercado, com nada menos do que sete negociações entre as dez maiores compras no período e aproximadamente R$ 3 bilhões gastos pelos 20 clubes do Campeonato Inglês.

MAIORES TRANSFERÊNCIAS DURANTE A JANELA
1- Luis Suárez (Liverpool - Barcelona) - R$ 238 milhões
2- James Rodríguez (Monaco - Real Madrid) - R$ 235 milhões
3- Ángel Di María (Real Madrid - Manchester United) - R$ 220,2 milhões
4- David Luiz (Chelsea - Paris Saint-Germain) - R$ 145,5 milhões
5- Eliaquim Mangala (Porto - Manchester City) - R$ 117,5 milhões
6- Diego Costa (Atlético de Madrid - Chelsea) - R$ 111,6 milhões
7- Alexis Sánchez (Barcelona - Arsenal) R$ 111, 1 milhões
8- Luke Shaw (Southampton - Manchester United - R$ 110,1 milhões
9- Ander Herrera (Athletic Bilbao - Manchester United - R$ 105,7 milhões
10- Romelu Lukaku (Chelsea - Everton) - R$ 103,9 milhões

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.