Sul-Minas terá clássico mineiro

O Cruzeiro tenta manter a liderança da Copa Sul-Minas, neste sábado à tarde, no Mineirão, contra o América-MG, no primeiro clássico estadual do ano. O time comandado pelo técnico Marco Aurélio, invicto até o momento, divide a ponta da tabela com o Grêmio, com 13 pontos, e quer somar mais três para ficar ainda mais perto da classificação e do bicampeonato da Sul-Minas. Já o América do técnico Jair Pereira está em situação oposta. O time, que vem de empate, por 2 a 2, com o Pelotas, dentro de casa, ocupa a 12ª posição e ainda não conheceu a vitória na competição. No Cruzeiro, Marco Aurélio terá dois desfalques importantes: o lateral argentino Sorín e o meia Augusto Recife, suspensos pelo terceiro cartão amarelo recebido no empate por 3 a 3 com o Internacional, sábado passado. Para a vaga de Sorín, o escolhido deve ser o apoiador Jorge Wagner, que ano passado foi titular da equipe, mas na atual temporada tem ficado no banco. Na intermediária, o treinador confirmou a escalação de Fernando Miguel, que faz a dupla de volantes com Ricardinho. Recuperado de uma contusão no joelho direito, Cris retorna à zaga e atua ao lado de Marcelo Batatais. O atacante Edílson, que atrasou um dia no retorno da folga de Carnaval e, logo depois de desembarcar em Belo Horizonte, teve o carro importado apreendido em uma blitz da PM, por falta de documentos, também está garantido no ataque, compondo o setor com Fábio Júnior e Jussiê. A novidade no América deve ser a estréia do lateral Vágner, ex-Palmeiras. Jair Pereira, que tem dois empates e uma derrota desde que assumiu o time, deve repetir o restante do grupo que empatou com o Pelotas. A esperança dos americanos, mais uma vez, é o atacante Rinaldo, que, apesar da má colocação do clube na Sul-Minas, é o artilheiro da competição, com com seis gols.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.