Superclássico argentino termina em 0 a 0

Havia muita expectativa por um grande jogo, o estádio Monumental de Nuñez ficou lotado com mais de 50 mil pagantes, mas River Plate e Boca Juniors ficaram devendo futebol. O clássico deste domingo terminou sem gols, resultado que manteve o Boca como líder isolado ? chegou aos 24 pontos, um a mais que o Vélez Sarsfield.Foi uma partida que não deixará saudade para ninguém. O primeiro tempo, então, foi de baixíssimo nível técnico. O único lance que mexeu um pouco com o público foi um chute cruzado do meia Insúa. A bola passou pelo goleiro Lux, do River, e saiu muito perto da trave.A segunda etapa foi um pouco melhor ? mesmo porque, seria quase impossível o jogo ficar pior. E a melhor chance de gol foi do River. Aos oito minutos, Montenegro subiu livre e cabeceou no travessão. Abbondanzieri estava batido no lance.O Boca pressionou entre os 15 e os 25 minutos, mas sem criar uma chance muito clara para marcar.O Vélez, que é o atual campeão argentino, encostou no líder graças a uma vitória suada conseguida fora de casa sobre o Arsenal. O time venceu por 1 a 0, com um gol do meia Leandro Gracián aos 45 minutos do segundo tempo.

Agencia Estado,

16 de outubro de 2005 | 19h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.