Superioridade nas estatísticas marca vitória sueca

A Suécia marcou o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Paraguai aos 44 minutos do segundo tempo, e os números da partida mostram como os europeus buscaram mais o resultado. Um dos bons exemplos foi na posse de bola. Os suecos, com 57%, pressionaram bastante, mas sem muita criatividade. Os sul-americanos apostaram nos contra-ataques, o que explica os parcos 43% de tempo com a bola nós pés.Nas finalizações, escandinavos e guaranis tiveram números praticamente iguais, 17 chutes da Suécia contra a meta de Bobadilla e somente uma a menos por parte do Paraguai. Porém, a pontaria dos europeus foi muito melhor: 10 acertos. Os paraguaios só acertaram três chutes ao gol de Isaksson. Também em número de faltas a Suécia superou a seleção paraguaia, fizeram 19 delas. Mas o Paraguai, que terminou o jogo com 15 faltas cometidas, foi advertido com cartões amarelos mais vezes: quatro contra três dos suecos.Outros dois indicadores que demonstram o maior empenho sueco em busca da vitória, foram na quantidade de escanteios e impedimentos. Mesmo que sejam números que por si só falam quem atacou mais ou menos, pelo menos apontam um maior esforço por parte dos escandinavos. A Suécia teve seis escanteios a seu favor, contra três dos paraguaios. E nos impedimentos, três a um para a seleção da Suécia.Porém, mesmo com toda a superioridade dos europeus em muitas das estatísticas, quem acabou fazendo a diferença foi o Freddie Ljungberg, jogador do Arsenal, da Inglaterra, escolhido o melhor da Partida. O meia definiu a vitória de sua equipe e salvou a Suécia de mais um empate sem gols na competição (o primeiro foi contra Trinidad e Tobago), dando novas esperanças à classificação de sua seleção para as oitavas-de-final.Veja abaixo as estatísticas do jogo:Finalizações: Suécia, 17; Paraguai, 16 Finalizações certas: Suécia, 10; Paraguai, 3 Faltas cometidas: Suécia, 19; Paraguai, 15 Cartões amarelos: Suécia, 3; Paraguai, 4 Cartões vermelhos: Suécia, 0; Paraguai, 0 Escanteios: Suécia, 6; Paraguai, 3 Impedimentos: Suécia, 3; Paraguai, 1 Posse de bola: Suécia, 57%; Paraguai, 43% Melhor jogador da partida: Freddie Ljungberg(Suécia)(Com fifaworldcup.com)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.