Reprodução
Reprodução

Surpresa, imprensa argentina lamenta derrota do Boca

Um dos jornais classifica a eliminação da Libertadores como Bombonerazo e pede troca de técnico

EFE

22 de maio de 2009 | 10h02

A derrota do Boca Juniors perante o Defensor Sporting, do Uruguai, por 1 a 0 e a eliminação do time argentino da Copa Libertadores foi considerada "um golpe inesperado" pela imprensa esportiva de Buenos Aires.

Veja também:

link Zebra: Defensor elimina Boca Juniors em pleno La Bombonera

especialVisite o canal especial da Libertadores

lista Libertadores - Calendário/Resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Um golpe enorme: Boca eliminado da Libertadores" diz o diário La Nación em seu site. Segundo o diário, "este Boca de rendimentos apagados e andar irregular sucumbiu perante o rival menos pensado e sofreu um golpe tão grande como inesperado".

"A decepção foi enorme para os torcedores que lotaram a Bombonera. Ao término da partida, foram ouvidos assobios e vaias. No entanto, dessa vez a mística exibida durante os últimos dez anos não serviu e o humilde Defensor se classificou para as quartas de final", completa o jornal.

O diário esportivo Olé assinala que "os uruguaios tiraram a diferença no primeiro tempo e depois aguentaram até o final". "A equipe de Ischia terminou com três atacantes e nem assim pôde empatar. O público se despediu dos jogadores com aplausos, mas insultou o treinador Carlos Ischia. Ciclo completado?", questiona o jornal.

Com a manchete "Bombonerazo", o diário Crítica vai mais além, e também põe em dúvida a continuidade de Ischia no comando da equipe. "O Boca não teve respostas e o Defensor o deixou de fora da Libertadores", afirma, por sua vez, o "Clarín", que em seu site destaca que "a equipe de Ischia, que quase não criou oportunidades de gol no segundo tempo, ficou sem seu principal objetivo do semestre".

Já a agência estatal de notícias Télam afirma que "um Boca Juniors sem alma foi eliminado da Libertadores".

Tudo o que sabemos sobre:
Copa LibertadoresBoca Juniors

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.