Nelson Antoine/AP
Nelson Antoine/AP

Jemerson pensou que convocação para seleção era um trote

Zagueiro do Atlético-MG revela que ficou bastante surpreso

RAPHAEL RAMOS - ENVIADO ESPECIAL A SALVADOR, O ESTADO DE S. PAULO

15 de novembro de 2015 | 14h33

Convocado para a seleção brasileira às pressas, no sábado pela manhã, Jemerson achou que a ligação do coordenador de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, era um trote. O zagueiro do Atlético Mineiro foi chamado para o lugar de David Luiz, que terá de cumprir suspensão nesta terça-feira diante do Peru, em Salvador, pela quarta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, por causa do cartão vermelho que recebeu contra a Argentina, em Buenos Aires.

"Na hora, não acreditei. Achei que era trote, fiquei sem chão. Liguei para o meu empresário para tentar confirmar, mas ele não atendia o telefone. Aos poucos a ficha foi caindo", disse o zagueiro.

Jemerson, de 23 anos, participou neste domingo pela manhã do seu primeiro treino com a seleção brasileira. Os trabalhos foram realizados na Arena Fonte Nova, local da partida contra o Peru. Dunga não permitiu que a imprensa tivesse acesso à atividade. Depois do treino, Jemerson falou com os jornalistas. "É uma emoção inexplicável. É minha primeira vez na seleção, aos poucos vou me acostumando. Nunca vi tanta câmera na minha frente", afirmou.

Fã do zagueiro Juan, do Internacional, Jemerson é um dos destaques do Atlético no Campeonato Brasileiro. O time é o segundo colocado e mantém chances matemáticas de ser campeão restando quatro rodadas para o fim da competição. "Eu imaginava ser convocado, mas não tão de repente, como foi. No futebol, as coisas acontecem muito rápido", comentou.

Contra o Peru, o zagueiro ficará no banco de reservas. O escolhido pelo técnico Dunga para formar dupla de zaga com Miranda deverá ser o corintiano Gil.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolseleção brasileiraJemerson

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.