Surto de dengue no Paraguai atinge jogadores e técnico

O surto de dengue que já matou três pessoas este ano em território paraguaio chegou ao futebol do país, atingindo vários jogadores e até um técnico. O treinador em questão é o argentino Miguel Angel Zazhú, do Sportivo Luqueño. Ele se junta aos jogadores César Cáceres, Brian López e Juan Gabriel Abente, do mesmo clube. Segundo o jornal Crónica, Zazhú sofre da doença há quatro dias e só voltará a comandar a equipe a partir da semana que vem. Além dos jogadores do Luqueño, os outros casos conhecidos são os do meio-campo Carlos Bonet, do Libertad, e de Nelson Cabrera, do Cerro Porteño. Cabrera corre contra o tempo para estar em campo na partida de quinta contra o Grêmio em Assunção, na estréia das duas equipes pela segunda fase da Copa Libertadores. O Ministério da Saúde local confirmou mais de 6 mil casos de dengue no país, em sua maioria em Assunção e cidades próximas. Todas são do tipo clássico, a menos severa da doença transmitida pelo mosquito aedes aegypti. Por outro lado, foram apontados 26 casos de dengue hemorrágica. Além das três pessoas mortas, fontes de hospitais particulares apontam que este número já subiu para seis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.