Suspenso, Kadafi vai jogar amistosos

Saadi Al Kadafi, filho do ditador líbio Muamar Kadafi, poderá participar de amistosos, enquanto durar sua suspensão por uso de doping. O atacante, contratado pelo Perugia no ano passado, teve a proeza de receber punição sem nem sequer ter estreado. No dia 5 de outubro, estava no banco de reservas, na partida com a Reggina, pela Primeira Divisão da Itália, e foi um dos convocados para o controle de rotina.Os testes de urina deram positivo para nandrolona, substância proibida no esporte. Ele se negou a fazer a contra-análise, sob a alegação de que havia passado por tratamento nas costas, na Alemanha, e por isso fora obrigado a tomar remédios fortes. No começo do ano o tribunal esportivo o condenou a três meses de afastamento de atividades. O Perugia, então, pediu autorização para Kadafi atuar em jogos não-oficiais só para manter a forma. A Liga autorizou.

Agencia Estado,

28 de janeiro de 2004 | 18h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.