Site Oficial do Coritiba/Reprodução
Site Oficial do Coritiba/Reprodução

'Suspenso', Kleber marca um e Coritiba goleia o Avaí por 4 a 1 em Florianópolis

Atacante teve confirmada a sanção de 15 jogos nesta 5ª feira, mas entra em campo e ajuda Coritiba a voltar para a primeira parte da tabela do Brasileirão

Estadão Conteúdo

13 de julho de 2017 | 23h14

O Coritiba se reabilitou no Campeonato Brasileiro nesta quinta-feira, com a goleada por 4 a 1 sobre o Avaí, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 13.ª rodada - na última segunda havia perdido em casa para o Sport. Graças ao atacante Rildo, autor de dois gols, e ao "suspenso" Kleber, que fez o primeiro, em cobrança de pênalti.

"Suspenso" porque, horas antes do início da partida, o atacante do Coritiba teve confirmada a sua suspensão de 15 jogos (três já cumpridos) pela expulsão contra o Bahia, pela sétima rodada. O julgamento ocorrido nesta quinta-feira no Pleno do STJD, no Rio, atendeu o recurso do clube paranaense, que tentava diminuir ou acabar com a pena. O jogador atuou em outras duas partidas com efeito suspensivo.

A maioria dos relatores do tribunal negou o recurso de Kleber, que cuspiu e agrediu o volante Edson, do Bahia. Sua pena começa a valer neste domingo, às 19 horas, quando o Coritiba enfrenta o Fluminense, no estádio Couto Pereira, em Curitiba. Ele somente deve voltar a jogar na 26.ª rodada, no mês de setembro, e curiosamente contra o Bahia, já pelo segundo turno do Brasileirão.

Agora sem Kleber, o Coritiba subiu na tabela de classificação para a 10.ª colocação, com 19 pontos. O Avaí, que havia conquistado sete dos últimos nove pontos disputados, segue com 12, agora na 19.ª e penúltima posição - só à frente do lanterna Atlético Goianiense. Neste domingo, às 16 horas, buscará a reabilitação contra o Bahia, no estádio de Pituaçu, em Salvador.

Em campo, o jogo começou eletrizante e três gols saíram em pouco menos de 20 minutos. Em pênalti sofrido por Neto Berola, Kleber venceu o goleiro Douglas Friedrich, destaque do Avaí nas últimas rodadas, e abriu o placar. O time catarinense empatou com o experiente meia Marquinhos, aos 18, mas se descuidou na defesa e levou o segundo, de Rildo, no minuto seguinte.

Em vantagem no placar, o Coritiba adotou uma postura mais defensiva e contou com boas defesas do goleiro Wilson. O Avaí tentou o empate, mas não teve forças para isso no restante do primeiro tempo e na segunda etapa. No final, sofreu com os espaços dados ao adversário. Aos 34 minutos, Rildo aproveitou uma falha de Douglas Friedrich e marcou o seu segundo no jogo. Nos acréscimos, aos 47, Henrique Almeida sacramentou a goleada.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 1 x 4 CORITIBA

AVAÍ - Douglas Friedrich; Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Judson (Lucas Otávio), Wellington Simião, Marquinhos (Pedro Castro) e Juan; Júnior Dutra e Romulo (Willians). Técnico: Claudinei Oliveira.

CORITIBA - Wilson; Rodrigo Ramos, Walisson Maia, Márcio e Thiago Carleto; Jonas, Matheus Galdezani e Anderson; Rildo, Iago (Neto Berola)(Edinho) e Kleber (Henrique Almeida). Técnico: Pachequinho.

GOLS - Kleber (pênalti), aos 10, Marquinhos, aos 18, e Rildo, aos 19 minutos do primeiro tempo; Rildo, aos 34, e Henrique Almeida, aos 47 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Juan e Judson (Avaí); Anderson e Márcio (Coritiba).

ÁRBITRO - Raphael Claus (Fifa/SP).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.