Suspenso, Mano diz confiar em auxiliar Sidnei Lobo como substituto

Mano Menezes precisa cumprir dois jogos de suspensão

Estadão Conteúdo

21 Outubro 2016 | 19h02

Onde Mano Menezes vai, Sidnei Lobo vai atrás. Tem sido assim desde 2003, quando o treinador trabalhava no Iraty, no interior do Paraná, e conheceu o volante, revelado pelo São Paulo, já em fim de carreira. Sidnei virou seu auxiliar e o acompanhou desde o XV de Novembro de Campo Bom, do Rio Grande do Sul, até a seleção brasileira.

No próximo domingo, às 17h, em Salvador, Sidnei vai trabalhar como treinador do Cruzeiro à beira do campo. Mano Menezes precisa cumprir dois jogos de suspensão, pena imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), e deixará o auxiliar como substituto.

"O Sidnei Lobo foi um jogador formado no São Paulo. Trabalhou e teve o privilégio de ser dirigido por Tele Santana e Muricy Ramalho. Ele buscou conhecimento para sua formação, e é necessário que seja assim. É um sujeito extremamente leal, o que fez nossa convivência ser duradoura durante este tempo. Espero que ele seja um treinador em breve. Ficarei muito feliz vendo isso", comentou Mano Menezes.

Sidnei vai comandar a equipe na beira do gramado no Barradão, mas quem vai escalar o time será Mano Menezes. Nesta sexta, ele confirmou que Ariel Cabral entra no lugar do suspenso Lucas Romero no meio-campo.

"Ariel será o substituto. São características diferentes, Romero tem mais mobilidade, se movimenta mais, se transporta mais, mas o posicionamento do Ariel dá liberdade para outro volante sair. Tenho usado o Denilson na vaga do Henrique e é bom para não mexer muito na dinâmica da equipe", explicou.

O treinador, porém, não revelou a equipe titular. Avisou que só a divulgará 45 minutos antes do jogo. A dúvida está na lateral-direita: Ezequiel ou Lucas. O primeiro é o titular, mas o segundo foi bem nas últimas duas partidas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.