Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Suspenso por dois jogos, Luis Fabiano não enfrenta o Corinthians

STJD pune atacante do São Paulo por desrespeitar o árbitro

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

31 de julho de 2015 | 17h40

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) suspendeu o atacante Luis Fabiano, do São Paulo, por duas partidas como punição por desrespeitar o árbitro André Luiz Castro na derrota para o Sport, na Arena Pernambuco, no dia 19 de julho. O resultado do julgamento faz o jogador ser baixa para o clássico do dia 9, quando o time recebe no Morumbi o Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro.

Luis Fabiano havia sido denunciado por infrações previstas em dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). Um foi por jogada violenta (243-F) e outro, por ter ofendido o árbitro (254). Cada um deles previa uma pena de um a seis jogos, mas o relator Márcio Amaral considerou improcedente a denúncia por jogada violenta e reenquadrou o outro incidente no artigo 258, que trata sobre desrespeito ou reclamação à arbitragem.

Como já cumpriu um jogo de suspensão automática por ter sido expulso contra o Sport, Luis Fabiano terá de ficar mais uma partida fora do time. O São Paulo tem três dias para recorrer da decisão ou pedir efeito suspensivo para poder escalar o atacante no clássico do dia 9 de agosto. 

O mesmo julgamento da tarde desta sexta-feira incluía outros incidentes ocorridos no jogo na Arena Pernambuco. O meia Ganso e o técnico Juan Carlos Osorio também foram expulsos na ocasião e acabaram denunciados no mesmo artigo 258, que trata de desrespeito ou reclamação da arbitragem. O colombiano foi absolvido e para o jogador, a pena é de apenas um jogo, que já foi cumprido com a suspensão automática.

O resultado do julgamento faz o ataque ser o grande foco da preocupação do São Paulo para enfrentar o Corinthians. Como o artilheiro da equipe na temporada, Alexandre Pato, com 17 gols, está fora do jogo por questões contratuais, restam ao treinador as opções para compor o setor ofensivo com Centurión e João Paulo ou ainda promover a estreia do colombiano recém-contratado Wilder Guisao.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.