Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Susto em choque de cabeça marca último treinamento do Grêmio antes do clássico

Bruno Cortez e Juninho Capixaba trombaram pelo alto e chegaram a ficar no chão por alguns instantes

Redação, Estadão Conteúdo

13 de abril de 2019 | 15h02

Um susto marcou o treinamento do Grêmio neste sábado no CT Luiz Carvalho, o último antes do primeiro Gre-Nal da final do Campeonato Gaúcho, a ser disputado neste domingo, às 16 horas, na casa do rival Inter, o Beira-Rio. Cortez e Juninho Capixaba se chocaram em disputa de bola de cabeça.

Os dois laterais imediatamente caíram no gramado com as mãos na cabeça depois do choque. Cortez se levantou sem muita demora, mas Capixaba ficou caído no gramado e teve um corte no supercílio. Ambos foram atendidos e não preocupam para a partida decisiva.

Apenas o final do treino foi aberto à imprensa, quando os jogadores disputavam um rachão. Durante o período que trabalhou em privacidade, o técnico Renato Gaúcho fez ajustes técnicos e táticos na equipe e trabalhou jogadas aéreas. Com todos os atletas em campo, o treinador comandou apenas duas atividades, a de sexta e a deste sábado, antes do clássico.

Apesar do mistério Renato Gaúcho não deve mexer na equipe. Ele tem a opção de manter Diego Tardelli entre os titulares e repetir o time que venceu o Rosario Central na última quinta-feira, pela Copa Libertadores, ou trocar peças de acordo com a estratégia para o jogo.

No meio, o jovem Matheus Henrique deve seguir ao lado de Maicon. No entanto, a entrada de Michel, com a finalidade de dar maior proteção à zaga, não está descartada. Os desfalques são o zagueiro Paulo Miranda, que permanece em recuperação de lesão muscular, e o lateral Marcelo Oliveira, submetido a cirurgia no joelho direito recentemente.

Se optar pela manutenção do time, o Grêmio entrará em campo com Paulo Victor; Leonardo, Geromel, Kannemann e Cortez; Matheus Henrique, Maicon, Jean Pyerre, Diego Tardelli e Everton; André.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.