Sven-Goran Eriksson é o novo técnico do México

Mesmo com fracasso na seleção inglesa e no Manchester City, técnico sueco tem nova chance numa seleção

Ansa

27 de maio de 2008 | 16h44

A Federação Mexicana de Futebol (FMF) fechou acordo com o sueco Sven-Goran Eriksson para assumir como técnico da seleção já no próximo dia 3 de junho. Segundo Justino Compeón, presidente da federação, "fechamos acordo com Eriksson e sua contratação está quase confirmada". O sueco, que comandou o Manchester City na última temporada, entrará no lugar de Jesús Ramírez, que dirigia interinamente a seleção depois que Hugo Sánchez foi demitido pelo fracasso de não ter classificado o México para as Olimpíadas de Pequim. Antes, técnicos brasileiros como Muricy Ramalho, do São Paulo, e Vanderlei Luxemburgo, do Palmeiras, foram cogitados para assumir o comando da seleção. Luxemburgo, inclusive, deixou claro que havia recebido um contato e que analisaria, caso recebesse uma proposta formal.O foco da Federação Mexicana de Futebol, no entanto, era o brasileiro Luís Felipe Scolari, o Felipão. O treinador, no entanto, pensa em continuar na Europa, seja com a seleção portuguesa ou algum clube. Eriksson era a segunda opção mexicana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.