Rodrigo Coca / Agência Corinthians
Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Sylvinho cita 'estádio vazio' para explicar nova derrota do Corinthians em casa

Na Neo Química Arena, equipe tem aproveitamento ruim em casa, com uma vitória, dois empates e três derrotas no Brasileirão

Redação, Estadão Conteúdo

17 de julho de 2021 | 23h00

Com apenas uma vitória em sete jogos na Neo Química Arena desde que assumiu o comando do Corinthians, o técnico Sylvinho teve que explicar mais uma derrota dentro de casa, dessa vez por 2 a 1 para o Atlético-MG, em jogo disputado neste sábado, pela 12ª rodada do Brasileirão. Incomodado com a falta de resultados em casa, o treinador afirmou que o impacto da ausência de torcedores no estádio por causa da pandemia é diferente para os corintianos.

"Incomoda porque é nossa casa. Estamos passando todos por um momento muito difícil, pandemia, com estádios vazios. Alguns sentem mais e outros menos. A gente, obviamente, sente mais, está nítido, está claro. A gente trabalha para reconduzir isso e trazer a força do estádio e do nosso torcedor que não pode comparecer", avaliou o comandante.

Com Sylvinho como técnico em jogos disputados em Itaquera, o time venceu apenas o Sport e empatou com São Paulo e Internacional. Nos outros jogos em casa, perdeu duas vezes para o Atlético-GO, pelo Brasileirão e pela Copa do Brasil, além de ter sido derrotado pelo Red Bull Bragantino e pelo próprio Atlético-MG.

"Nós temos que buscar formas de somar mais pontos em casa. Também é bem verdade que a qualidade dos adversários importa nesse porcentual. Mas, absolutamente, é inegável que é um porcentual muito baixo, independente de qualquer coisa. Sentimos falta, sim, do torcedor que nos empurra, mas precisamos buscar alternativas", ponderou Sylvinho.

O treinador também falou sobre a contratação do meio-campista Giuliano, anunciado como reforço na última sexta-feira. Com o Corinthians em 12º lugar, com 14 pontos, Sylvinho evitou falar em "mudança de patamar" com a chegada da nova contratação.

"Nós já comentamos um pouco do Giuliano, é um atleta de alto nível, que vai acrescentar muito ao nosso grupo. Nós pensamos jogo a jogo. Desde que chegamos estamos falando da construção de um time, de entrega, de organização. É um campeonato de grandes viagens, grandes jogos, temos que pensar jogo a jogo", afirmou.

Focado apenas na disputa do Brasileirão, o Corinthians terá mais uma semana livre, uma vez que joga daqui a sete dias, na Arena Pantanal, contra o Cuiabá, pela 13ª rodada do Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.