Rodrigo Coca/Ag. Corinthians
Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Sylvinho é demitido do Corinthians após derrota em clássico para o Santos

Treinador tinha trabalho questionado pela torcida desde a temporada passada; mau início no Paulistão causa mudança precoce no comando técnico da equipe

Marcos Antomil, especial para o Estadão

03 de fevereiro de 2022 | 00h44

Sylvinho foi demitido do Corinthians nesta quarta-feira à noite. O treinador não resistiu à virada sofrida diante do Santos, na Neo Química Arena, no terceiro jogo do time pelo Campeonato Paulista. Sylvinho foi fortemente criticado pela torcida nos minutos finais do clássico em casa, principalmente após a consolidação da virada santista por 2 a 1, após Jô ter marcado o primeiro gol da partida.

Questionado na temporada passada, Sylvinho se manteve no cargo para 2022, mas teve pouco tempo para mostrar serviço e seu trabalho estava sendo avaliado. Com uma derrota (para o Santos), um empate (com a Ferroviária) e uma vitória (diante do Santo André), a pressão sobre o treinador aumentou e se tornou insustentável. A forma com que o Corinthians permitiu a virada para o Santos também contribuiu para sua saída. O time não suportou o segundo tempo e foi presa fácil.

Sylvinho chegou ao Corinthians em maio de 2021 para substituir Vagner Mancini. Era um treinador em começo de carreira. Com 47 anos, o treinador vinha de seu primeiro trabalho ocupando a função. No Lyon, ficou poucos meses. No comando técnico da equipe corintiana, Sylvinho somou 16 vitórias, 14 empates e 13 derrotas em 43 partidas.

Depois da derrota para o Santos, a principal torcida organizada do Corinthians planejava um protesto contra o treinador em frente ao CT Joaquim Grava. Sylvinho iniciou 2022 sabendo da dura missão de convencer os torcedores e esperava ter fôlego no Estadual para garantir a permanência para a sequência da temporada, que terá ainda a disputa da Libertadores.

Diante da saída do treinador, o Corinthians agora se volta para a busca de um novo nome para o comando da equipe. Com forte investimento em jogadores experientes, a torcida espera que o perfil seja mantido na busca por um treinador. Alguém mais experiente. Recentemente, Jorge Jesus, ex-Flamengo e Benfica, foi especulado. Mas a situação financeira do clube é um empecilho para uma contratação desta natureza.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.