César Greco/Agência Palmeiras
César Greco/Agência Palmeiras

Tabárez convoca seleção uruguaia com Eguren e mais três que atuam no Brasil

Volante do Palmeiras foi uma surpresa, já que ele vem sofrendo para se firmar entre os titulares

AE, Agência Estado

12 de maio de 2014 | 19h09

MONTEVIDÉU - O técnico Óscar Tabárez anunciou nesta segunda-feira os 25 nomes pré-convocados para representarem a seleção uruguaia na Copa do Mundo deste ano. Destes, quatro devem se sentir em casa em território brasileiro, já que atuam em clubes do País. Até o dia 2 de junho, o treinador terá que cortar dois jogadores para, então, definir os 23 inscritos na competição.

Uma das surpresas da lista foi o volante Sebastián Eguren. O jogador, que tem sofrido para se firmar entre os titulares do Palmeiras, não vinha sendo chamado e era uma incógnita na convocação. Por outro lado, o goleiro Martín Silva, do Vasco, o lateral-esquerdo Álvaro Pereira, do São Paulo, e o meia Nicolás Lodeiro, do Botafogo, eram presenças praticamente garantidas.

Além dos quatro que atuam no momento em clubes brasileiros, a convocação tem outros quatro nomes que já passaram pelo País, incluindo o melhor jogador da última Copa do Mundo: Diego Forlán, que passou pelo Internacional entre 2012 e 2013. Lugano, ex-São Paulo, Fucile, ex-Santos, e Arévalo Ríos, ex-Botafogo, também já jogaram no Brasil.

Repetir a grande campanha de 2010 é justamente o que desejam os uruguaios. Até por isso, chamaram para a Copa de 2014 nada menos que 16 nomes que ajudaram a levar a seleção ao quarto lugar na África do Sul. Entre os que atuaram quatro anos atrás e foram esquecidos para este Mundial estão o goleiro Castillo, ex-Botafogo, o zagueiro Victorino, ex-Cruzeiro e atualmente no Palmeiras, e o atacante Loco Abreu, ex-Botafogo.

Se em 2010 a forte defesa ajudou a levar o Uruguai longe, em 2014 a qualidade da equipe está no setor ofensivo, principalmente em Luis Suárez, do Liverpool, e Edinson Cavani, do Paris Saint-Germain, considerado dois dos melhores atacantes do mundo. Diego Forlán, hoje no Cerezo Osaka, do Japão, está longe da melhor fase, mas também é peça importante por sua experiência.

Estes nomes serão fundamentais se o Uruguai quiser fazer bonito no Brasil, até porque a equipe está no "grupo da morte" da competição, ao lado de Inglaterra, Itália e Costa Rica, na chave D. A estreia dos uruguaios será no dia 14 de junho, diante dos costa-riquenhos, no Castelão, em Fortaleza.

Confira a lista com 25 pré-convocados da seleção uruguaia:

Goleiros: Fernando Muslera (Galatasaray-TUR), Martín Silva (Vasco), Rodrigo Muñoz (Libertad-PAR).

Defensores: Diego Lugano (West Bromwich-ING), Diego Godín (Atlético de Madri-ESP), José María Giménez (Atlético de Madri-ESP), Martín Cáceres (Juventus-ITA), Maximiliano Pereira (Benfica-POR), Jorge Fucile (Porto-POR), Sebástian Coates (Nacional-URU), Álvaro Pereira (São Paulo).

Meio-campistas: Arévalo Ríos (Morelia-MEX), Walter Gargano (Lazio-ITA), Alejandro Silva (Lanús-ARG), Gastón Ramírez (Southampton-ING), Cristian Rodríguez (Atlético de Madri-ESP), Nicolás Lodeiro (Botafogo), Sebastián Eguren (Palmeiras), Álvaro González (Lazio-ITA).

Atacantes: Edinson Cavani (Paris Saint-Germain-FRA), Luis Suárez (Liverpool-ING), Diego Forlán (Cerezo Osaka-JAP), Abel Hernández (Palermo-ITA), Cristian Stuani (Espanyol-ESP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.