Federico Parra/AFP
Federico Parra/AFP

Tabárez minimiza problema no joelho de Suárez e pede Uruguai focado na Bolívia

Atacante não deve ser problema para duelo pela última rodada das Eliminatórias, nesta terça-feira

Estadão Conteúdo

08 Outubro 2017 | 21h30

O técnico Óscar Tabárez minimizou neste domingo o problema no joelho que vem afetando o atacante Luis Suárez nos últimos meses e, apesar da situação confortável do Uruguai nas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, pediu foco total na última rodada contra a Bolívia, nesta terça-feira, no estádio Centenário, em Montevidéu.

+ Partida é suspensa no Paraguai depois de confusão entre torcedores do Olimpia

Apesar do problema no joelho direito, Luis Suárez atuou contra a Venezuela na rodada anterior, treinou normalmente nos últimos dias e deve ser titular para o decisivo duelo. "Eu sei desse problema há muito, muito tempo", contou Óscar Tabárez, minimizando o desconforto do jogador do Barcelona. "Se a situação fosse realmente tão grave, a ponto de estar fazendo sacrifícios, ele já teria sido operado".

Óscar Tabárez também cobrou cautela para o duelo contra a Bolívia. E lembrou o empate com a Venezuela para reforçar o aviso. "Não considero que estamos classificados até que vençamos a Bolívia, que é o que procuraremos fazer", pontuou. "Já vimos que a Venezuela foi um rival duro e também era uma equipe já eliminada. Com a Bolívia pode acontecer o mesmo".

A seleção uruguaia está na vice-liderança da competição com 28 pontos, três na frente do quinto Peru, que hoje disputaria a repescagem. Mas, como tem nove gols de vantagem no saldo, apenas uma sequência improvável de resultados a eliminaria. Ainda assim, o treinador persistiu na cautela. "A única conta que fazemos é ganhar da Bolívia".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.