Tabela da Série B desagrada Palmeiras

A CBF anunciou nesta terça-feira que o Palmeiras vai estrear no Campeonato Brasileiro da Série B dia 26 de abril, sábado, às 20h30, contra o Brasiliense, em Taguatinga. Na segunda rodada ? no sábado seguinte ? o adversário será o América de Natal, no Parque Antártica, também às 20h30. A medida contrariou a comissão técnica, que esperava a marcação do primeiro jogo da Segundona no Nordeste, já que no dia 30 a equipe fará a partida de volta das oitavas-de-final da Copa do Brasil contra o Vitória, em Salvador. Mas deve trazer alívio ao grupo, que não suportava mais a indefinição em relação à realização da competição. ?Não agüentava mais treinar sem objetivos. Mas grande parte da culpa de tudo o que aconteceu é dos próprios jogadores, que são desunidos. Se a CBF determinasse que o campeonato começaria apenas no dia 30 de setembro, ficaríamos até lá sem ter o que fazer?, resumiu Pedrinho. A falta de organização alterou o adversário de estréia do Palmeiras três vezes. Há duas semanas a estréia seria contra Vila Nova, em Goiás. Sábado, uma nota publicada no site do clube informava que o time faria seu primeiro jogo contra o Náutico, no Recife. Horas depois, nova alteração: o adversário seria o Gama, em Brasília. A diretoria pretende anunciar nesta quarta-feira a contratação do volante Marcinho, que está no Figueirense. Uma reunião, segunda-feira passada, envolvendo os presidentes Mustafá Contursi, do Palmeiras, e Antônio Galli, da Matonense (clube que detém 50% dos direitos federativos de Marcinho), praticamente oficializou o negócio. O Palmeiras se comprometeu a comprar metade do passe (US$ 200 mil). A outra metade permanece em poder da CSR, empresa administrada por Rivaldo, hoje no Milan. ?Entre as partes está tudo certo. O Marcinho deverá ficar três anos no Palmeiras. Falta apenas a diretoria do Figueirense liberar o jogador, o que deve acontecer nesta quarta-feira?, afirmou José Carlos Lages, um dos diretores da CSR. Ouvido pela Agência Estado, Benazzi, treinador do time catarinense, não se opôs à negociação. ?Se depender de mim, o Marcinho pode ir para o Palmeiras. Já estou procurando alguém para substituí-lo?. No entanto, dirigentes do Figueirense exigem uma compensação financeira para abrir mão do volante. E temem a reação da torcida. O diretor de Futebol do Palmeiras Fernando Gonçalves, comentou. ?Mesmo que o Marcinho não tenha condições de atuar na Copa do Brasil (já defendeu o Figueirense na competição), ele nos interessa. Vamos encarar uma verdadeira maratona no segundo semestre, com viagens longas tanto no Campeonato Brasileiro quanto na Copa Sul-americana. Precisamos de um elenco forte.? O técnico Jair Picerni corre o risco de perder Pedrinho para o Flamengo. Nesta terça-feira à noite, o jogador se reuniu em um hotel da zona Sul de São Paulo com representantes do Flamengo, que lhe ofereceram um contrato de empréstimo até o final do ano. ?Meu interesse é permanecer no Palmeiras, mas se a diretoria achar melhor eu sair, vou cuidar do meu futuro. Acho que ainda esta semana haverá uma definição. Menos mal que, até onde eu sei, os salários no Flamengo estão atrasando no máximo 20 dias?, afirmou o meia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.