Ricardo Duarte/Divulgação
Ricardo Duarte/Divulgação

Brasileirão: Veja como Palmeiras e Grêmio se deram bem na rodada

Equipes que se enfrentam no sábado somaram pontos importantes; briga pelo título fica igual e luta contra o rebaixamento disputada

O Estado de S. Paulo

17 de setembro de 2015 | 07h00

A 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro começou nesta quarta-feira com algumas consolidações. A 12 rodadas do término da competição quem se deu bem na rodada foi o Grêmio. O líder Corinthians sucumbiu à pressão do Internacional no Sul e perdeu por 2 a 1. O Atlético-MG não foi páreo para o Santos, que atropelou e venceu o Galo por 4 a 0 na Vila. O Grêmio bateu o Atlético-PR fora de casa e diminuiu a distância para o líder para seis pontos e para o vice-líder para apenas um. 

Quem também se deu bem ontem foi o Palmeiras, que foi ao Rio de Janeiro e goleou o Fluminense por 4 a 1. Na luta contra o rebaixamento sobrou emoção, com direito a vitória do visitante em clássico regional, vitória fora de casa e empate ruim para dois grandes clubes no embate para fugir da zona da degola. Veja como ficaram a briga pelo título, por uma vaga na Libertadores do ano que vem e ainda a luta contra o rebaixamento.

BRIGA PELO TÍTULO

Na parte de cima da tabela, o Corinthians visitou o Internacional e defendia uma invencibilidade de 17 jogos – se vencesse mais um, bateria o recorde que continua com o São Paulo. Em um jogo muito disputado, o time saiu na frente em Porto Alegre, mas acabou levando a virada. Com o resultado, o Alvinegro se manteve com 54 pontos, cinco acima do Atlético-MG.

O Galo não viu a cor da bola ontem. O time tinha alguns desfalques, jogou aberto, perdeu uma chance de gol clara quando o jogo estava 0 a 0, mas depois levou um passeio do Santos. Assim, viu a distância para o Corinthians se manter como antes, mas já precisa se preocupar com o Tricolor Gaúcho. 

Por falar em Grêmio, os gaúchos se recuperaram. Depois de perder para o São Paulo por 2 a 1 em casa no domingo, o time foi a Curitiba e bateu o Atlético-PR por 2 a 1 no estádio Couto Pereira (a Arena da Baixada receberá hoje show do astro do rock Rod Stewart). Com a vitória, a equipe de Roger Machado chegou aos 48 pontos.

LUTA PELA LIBERTADORES

Quem se deu bem ontem foi o Palmeiras. O time venceu o Fluminense por 4 a 1 de virada no Maracanã. O time virou o primeiro tempo perdendo por 1 a 0 e ainda viu Fred mandar um pênalti para fora no segundo tempo. Depois, só deu Verdão. O time empatou com Barrios, virou com Gabriel Jesus e fez mais dois gols com o atacante paraguaio. Com 41 pontos, o time está ocupa a 5.ª posição e hoje torce contra São Paulo e Flamengo. Agora, a equipe de Marcelo Oliveira enfrenta o Grêmio no sábado às 18h30, no Pacaembu. O Fluminense segue afundando no Brasileirão. Estacionado nos 34 pontos, o resultado serviu para que o técnico Enderson Moreira fosse demitido. No sábado, às 21h, a equipe visita a Ponte Preta em Campinas.

Já o Atlético-PR ficou estacionado na tabela. Com 38 pontos, o time caiu para o 9.º lugar no torneio e vai precisar retomar as vitórias para voltar à briga pela competição sul-americana. 

Outro time que se recuperou na rodada e continua firme na briga por uma vaga na Libertadores foi o Santos. Ao vencer o Atlético-MG por incontestáveis 4 a 0, o time chegou aos 40 pontos, cenário que parecia impossível na virada do primeiro para o segundo turno. Domingo de manhã o time encara o Corinthians, no Itaquerão – o Santos venceu os últimos três confrontos contra o rival.

Por fim, o Internacional também chegou aos 40 pontos e passa a brigar de forma mais direta por uma vaga. O time acabou com uma invencibilidade de 17 jogos do Corinthians e no sábado receberá, no Beira-Rio, o desesperado Figueirense. 

DESESPERADOS CONTRA A DEGOLA

Na parte de baixo da tabela os jogos foram emocionantes. Primeiro, a Ponte Preta surpreendeu o Goiás no estádio Serra Dourada. O time de Campinas venceu por 2 a 1, chegou aos 34 pontos e se afastou sete pontos do Figueirense, primeiro time dentro da zona do rebaixamento. 

Em Santa Catarina, dois jogos alucinantes. Em Joinville, o time da casa vencia o Sport até os 45 minutos do segundo tempo, quando sofreu o empate (gol de André). Com o resultado, o JEC chegou aos 23 pontos e segue na vice-lanterna. Já o Sport foi aos 37 pontos, na 10.ª posição. 

Em Florianópolis, Figueirense e Avaí fizeram o clássico da rodada – e dos desesperados. A vitória por 1 a 0 dos visitantes fez com que o Alvinegro entrasse na Z-4, com 27 pontos. Para piorar a situação, o Figueirense viu o maior rival chegar aos 29 pontos e deixar a zona da degola com o resultado. 

No Mineirão, Cruzeiro e Vasco fizeram um jogo emocionante, com direito a virada e a empate vascaíno no final do jogo. O resultado deixou o Cruzeiro com 32 pontos, apenas cinco acima do Coritiba. Os cariocas ainda precisam de muitas vitórias para deixar a difícil situação. O time está com 20 pontos. No final de semana, o Vasco recebe o Sport no Maracanã. Já o Cruzeiro sairá de Minas para visitar a Chapecoense. 

JOGOS DESTA QUINTA-FEIRA

Finalizando a rodada, o São Paulo recebe a Chapecoense no Morumbi, às 19h30. Com 41 pontos, o time precisa vencer para ultrapassar Palmeiras e Flamengo e alcançar a 4.ª colocação. Os catarinenses vão estrear o técnico Guto Ferreira. Com 30 pontos, o time precisa de um bom resultado para se afastar da zona do rebaixamento.

Em Brasília, Flamengo e Coritiba se enfrentam em jogo que deve bater o recorde de público do campeonato – mais de 60 mil ingressos foram vendidos para a partida, que será às 21h no estádio Mané Garrincha. Uma vitória rubro-negra faz com que a equipe se aproxime ainda mais do vice-líder – a diferença ficaria em apenas cinco pontos. Já o Coritiba precisa dos três pontos para tentar deixar a zona do rebaixamento ainda nessa rodada. 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoPalmeirasGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.