Taça da Copa chega à 23.ª viagem e desembarca em São Cristóvão e Névis

Pequeno arquipélogo do Caribe sonhou com classificação à terceira fase das eliminatórias

O Estado de S. Paulo

20 de outubro de 2013 | 15h32

SÃO PAULO - A trajetória da Taça da Copa do Mundo teve sequência neste sábado ao chegar às ilhas de São Cristóvão e Névis, no Caribe. Em 2011, no início das eliminatórias para o Mundial 2014, o pequeno arquipélogo do Caribe sonhou em passar à tercerira fase da Concacaf, quando 12 seleções foram reunidas em três grupos -- as duas primeiras de cada chave passaram ao hexagonal decisivo.

A equipe de São Cristóvão e Névis fez parte do grupo D da segunda fase, ao lado de Canadá, Porto Rico e Santa Lúcia. Com uma vitória sobre Santa Lúcia por 4 a 2, além de quatro empates e uma derrota para o seleção canadense, São Cristóvão e Névis fechou a participação no terceito lugar, com sete pontos. Independente do Reino Unido desde setembro de 1983, São Cristóvão e Névis é afiliada da Fifa desde 1992. A seleção é a 147.ª colocada no ranking da entidade -- a 21.ª da Concacaf. A população das ilhas é de apenas 51 mil --- 39 mil pessoas moram na capital Basseterre.

A Taça da Copa chega à 23.ª localidade, de um total de 89 viagens atá a competição. Na Oceania, o troféu pasou por Taiti, Fiji e Vanuatu. No Caribe, por Costa Rica, Honduras, Panamá, Jamaica, Ilhas Cayman, Bahamas, Bermudas, Porto Rico, Ilhas Virgens Britânicas, Turcas e Caicos, Dominica, Anguila, São Vicente e Granadinas, Ilhas Virgens Americanas, Antígua e Barbuda. Antes de chegar a São Cristóvão e Névis, a taça passou por Montserrat.

Tudo o que sabemos sobre:
Tour da TaçaCopa 2014Copa do Mundo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.