Maxim Shemetov
Maxim Shemetov

Taça da Copa do Mundo chega a Moscou pelas mãos de Matthäus

Troféu agora ficará exposto nos próximos dias no Parque Gorki e na Praça Pushkin, ambos na capital russa

Estadão Conteúdo

03 Junho 2018 | 11h50

O troféu da Copa do Mundo já está na cidade-sede da decisão de 2018 do torneio. Neste domingo, em evento realizado na Praça Vermelha, em Moscou, na Rússia, o alemão Lothar Matthäus, campeão mundial em 1990, apresentou a taça ao público após um giro por todo o planeta, sendo que ela será entregue ao capitão da equipe vencedora em 15 de julho, data da final.

+ Tudo sobre a Copa do Mundo 2018!

+ Teste seus conhecimentos sobre a Copa do Mundo

+ Confira tabela da Copa do Mundo da Rússia

Acompanhado de Sergey Sobyani, o prefeito de Moscou, Matthäus retirou o véu que cobria a Taça Fifa de 6,1 quilos de ouro maciço de 18 quilates que é dado aos campeões mundiais desde a edição de 1974 da Copa do Mundo, vencida pela Alemanha Ocidental e erguida por Franz Beckenbauer naquela oportunidade.

No evento deste sábado, Matthäus ergueu o troféu, em gesto semelhante ao realizado em 1990, quando era o capitão da Alemanha Ocidental, que derrotou a Argentina por 1 a 0 na partida decisiva disputada na Itália, e que foi observada por centenas de russos.

A taça agora ficará exposta nos próximos dias no Parque Gorki e na Praça Pushkin, ambas em Moscou. Depois, em 7 de junho, ela seguirá para o Estádio Luzhniki, também na capital russa, até ser entregue ao vencedor da Copa do Mundo em 15 de julho.

Entre setembro de 2017 e este domingo, o giro da taça da Copa do Mundo passou por cerca de 50 países, tendo percorrido quase 150 mil quilômetros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.