Taça da Copa do Mundo viaja até Guiana

Com o ex-craque Dwight Yorke, passagem do troféu atrai curiosos

O Estado de S. Paulo

30 de outubro de 2013 | 17h38

GEORGETOWN - Com o ex-craque do Manchester United, Dwight Yorke, na bagagem, a taça da Copa do Mundo chegou, nesta quarta-feira, à Guiana.  Recepcionada por autoridades do país, a taça atraiu vários curiosos que queriam vê-la de perto. Por ser vizinho do Brasil e ter sido colônia da Inglaterra, Guiana é um território onde o futebol tem peso para a população, apesar da seleção ser inexpressiva.

Entre 2004 e 2006, a seleção da Guiana viveu um período próspero e chegou com expectativas altas nas Eliminatórias para Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Porém, a euforia do time foi interrompida logo na estreia, quando perdeu para o vizinho Suriname.

Na preparação para 2014, a seleção da Guiana conseguiu ir mais longe. Classificada automaticamente para a fase de grupos devido à boa posição no ranking mundial da Fifa, Guiana caiu na terceira fase: ficou em último lugar no Grupo B, que tinha também as seleções de México, Costa Rica e El Salvador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.