Reprodução/São Paulo FC Twitter
Reprodução/São Paulo FC Twitter

'Taça nos dá força e tranquilidade para o restante do ano', diz Volpi, após título do São Paulo

Goleiro afirma que grupo sentia o peso do jejum de conquistas que já durava quase nove anos, desde 2012, quando festejou a Sul-Americana

Redação, O Estado de S. Paulo

24 de maio de 2021 | 10h00

Uma das referências do atual elenco do São Paulo, o goleiro Tiago Volpi afirma que o primeiro título com a camisa tricolor vai dar maior tranquilidade para o restante da temporada. O camisa 1 espera um “ano mais tranquilo” após a vitória por 2 a 0 sobre o Palmeiras que assegurou a conquista do Paulistão de 2021.

“A gente tinha batido na trave em 2019. O ano passado foi complicado por tudo o que aconteceu. Começar a temporada com o título nos dá força para seguir lutando pelos nossos sonhos. É um sentimento de alívio. Só a gente o que a gente passou neste período”, afirmou o goleiro, citando a temporada em que conseguiu defender dois pênaltis na semifinal, diante do mesmo Palmeiras, e chegar à final diante do Corinthians.

O camisa 1 também destacou a importância da comissão técnica liderado pelo técnico Hernán Crespo para resgatar a confiança do elenco, principalmente após a campanha na última edição do Campeonato Brasileiro. “Havia insegurança. Nós abrimos sete pontos, mas não conquistamos o título. Foi um momento complicado. Eles resgataram confiança e poder da gente acreditar que a gente poderia fazer coisas boas”, afirmou.

A vitória sobre o Palmeiras encerrou um jejum de quase nove anos – a última havia sido em 2012, pela Copa Sul-Americana. O último título estadual foi conquistado ainda mais longe, em 2005. O goleiro reconhece que a “seca” pesava sobre o elenco. “A gente sempre conversou (sobre isso). Era nítido. Com dois meses, parecia que aquele grupo carregava o peso de dez anos sem títulos. A comissão técnica tem valor grande ao deixar clar que aquilo que aconteceu não era culpa da gente. Eu posso ser responsabilizado pelos dois anos e meio sem conquistar sem títulos. Mas não pelo peso de dez anos”, disse Volpi.

Na opinião do goleiro, a principal mudança entre os bons trabalhos realizados anteriormente e a condução de Hernán Crespo é o resultado final. “A equipe fez por merecer. Conseguimos concretizar o título contra um grande time que é o Palmeiras. Futebol é ingrato. Às vezes, o resultado não vem. A gente fica feliz porque tivemos boas atuações, regularidade e conseguimos dar alegria para o torcedor", afirmou. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.