Táchira já conhece bem o Palmeiras

Pelo menos na teoria, o Deportivo Táchira entra em campo contra o Palmeiras, nesta quinta-feira, no Palestra Itália, conhecendo bem seu adversário. O técnico César Farias garante que tem diversas fitas com jogos do time de Candinho e passará as instruções de como atua o rival para seus comandados antes do confronto pela Libertadores."O Palmeiras é uma equipe moderna e competitiva, a exemplo dos times que disputam a Copa Libertadores", comentou o treinador da equipe venezuelana, que completou 32 anos na segunda-feira. "A vitória será um presente para mim."O elenco do Táchira está em São Paulo desde segunda-feira e fez um treino de recohecimento do gramado do Palestra Itália na tarde desta quarta. A imprensa da Venezuela está entusiasmada com o futebol apresentado pela equipe, a quem considera a melhor do país nos últimos anos. Em 2004, o Táchira foi a grande revelação da Libertadores - foi eliminado nas quartas-de-final pelo São Paulo -, é líder do torneio local e estreou com vitória na competição sul-americana deste ano, ao bater o Santo André, por 1 a 0, em casa.O goleiro Dudamel, que estava suspenso, é a principal novidade para enfrentar o Palmeiras. O jogador é conhecido dos palmeirenses: era titular do Deportivo Cali, da Colômbia, adversário na final Libertadores de 99, quando o título ficou no Palestra Itália.O atacante Alexander Rondón, que teve passagem apagada pelo São Paulo, em 2004, é outro destaque do elenco do Táchira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.