Táchira quer dar o golpe na quarta-feira

Único time invicto da Copa Libertadores, o Deportivo Táchira está confiante em um bom resultado contra o São Paulo, quarta-feira, no Morumbi. Surpresa da competição, a equipe venezuelana quer fazer ainda mais história no futebol sul-americano. É a 10ª participação do time no torneio - nas vezes anteriores, não passou sequer da primeira fase. O técnico é César Farias, de apenas 28 anos. E os destaques da equipe são o meia argentino Beraza e o centroavante Rondon, da Seleção Venezuelana. A forma de atuar da equipe é baseada no conjunto, aproveitando o bom entrosamento. Mas também exploram os contra-ataques com eficiência, como na partida contra o Nacional, semana passada, em que marcaram dois gols dessa maneira. "Outro ponto forte é a marcação", observa o volante brasileiro Cláudio Silva, do Deportivo Táchira. Segundo o jogador, a receita dada pelo técnico Farias é ?segurar? o São Paulo pelo menos nos primeiros 15 minutos. "Depois disso, vamos sair para o jogo e jogar de igual para igual. Temos feito isso quando jogamos como visitantes", disse Silva. O contrato do jogador brasileiro com o Deportivo Táchira já está encerrado. "Porque eles (dirigentes) não imaginavam que chegaríamos tão longe na Libertadores." Os jogadores do Táchira são muito fortes. De acordo com Milton Cruz, auxiliar-técnico de Cuca, que acompanhou o jogo contra os uruguaios, é uma equipe muito boa fisicamente, e que conta com cinco argentinos, dos quais quatro são titulares: Kloker, Bidoglio, Beraza e Panigutti. Na fase de classificação, o Deportivo Táchira estava no Grupo 6, ao lado de River Plate, Deportes Tolima e Libertad. Se classificou como o terceiro melhor colocado, com 10 pontos, sendo duas vitórias e quatro empates. Depois, nas oitavas-de-final, venceu o Nacional em San Cristóbal, por 3 a 0, e empatou em Montevidéu, 2 a 2. Para quarta-feira, Farías pediu que seu time tenha muita atenção contra o São Paulo, principalmente pelas laterais. "É o ponto forte do São Paulo", disse Cláudio Silva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.