Tacuary saiu satisfeito com o empate

Apesar do empate em casa com Palmeiras, por 2 a 2, em Assunção, o Tacuary saiu satisfeito com sua estréia na Copa Libertadores. "Fizemos aquilo que está à altura de nossas possibilidades e diante de um rival de se tirar o chapéu", afirmou o técnico Oscar Paulin, já preocupado com o jogo de volta, na próxima quarta-feira. "Vamos ver o que acontece em São Paulo..."O presidente do clube paraguaio, Francisco Ocampo, também elogiou o time. "Fiquei satisfeito com a garra, com a aplicação. Enfrentamos um time forte, que sabe tocar a bola, que tem presença em campo", discursou o dirigente, que também apontou alguns defeitos do Tacuary. "Falhamos na defesa. Eu me preocupo muito com esse setor e desta vez não fomos bem."

Agencia Estado,

03 de fevereiro de 2005 | 15h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.