Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Taffarel recebe homenagem e é eternizado no Castelão

Ex-goleiro grava suas mãos na calçada da fama do estádio

Almir Leite, Enviado especial a Fortaleza, O Estado de S. Paulo

11 de outubro de 2015 | 18h15

Goleiro da seleção brasileira nas Copas de 1990, 1994 e 1998 e atualmente treinador de goleiros da equipe dirigida por Dunga, Taffarel foi homenageado na tarde deste domingo no Castelão. Ele gravou suas mãos para a Calçada da Fama do estádio. Taffarel recebeu a homenagem por ter feito parte do grupo que conquistou o tetracampeonato mundial na Copa dos Estados Unidos, além de ter feito mais de 100 jogos pela seleção.

"É com muito orgulho e satisfação que recebo essa homenagem. Tudo o que eu fiz na seleção foi de coração, não visando recordes. Eu acredito que cumpri minha missão'', disse Taffarel.

De acordo com informações da CBF, Taffarel disputou 107 jogos pela seleção. Com ele no gol a equipe obteve 64 vitórias, 30 empates, 13 derrotas. Ele também defendeu a seleção olímpica em 16 partidas, com 12 vitórias, três empates e uma derrota.

No mês passado, quando estiveram em Fortaleza para inspecionar o estádio, Dunga e o coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi, receberam a mesma homenagem. O capitão do penta, Cafu, que exerce a função de auxiliar técnico temporário da seleção para os jogos com Chile e Venezuela, é outro que tem seus pés na Calçada da Fama do Castelão.

Cafu participou da cerimônia desta tarde no Castelão. Ele entregou a Taffarel, atualmente com 49 anos, uma placa comemorativa da homenagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.